Mulheres indígenas chegam na reta final da caminhada de 2.000 km pela Argentina

Mulheres indígenas chegam na reta final da caminhada de 2.000 km pela Argentina, isso é importante pois grupos de mulheres indígenas do país empreendem uma caminhada desde o dia 14 de março em direção à cidade de Buenos Aires. Elas chegarão no dia 22 de maio na capital federal, dia da plurinacionalidade dos territórios. Para o bloco sul, a caminhada total será de cerca de 1.900km, e, para o bloco norte, 1.200km, segundo estimativas recentes das ativistas. Também partiram grupos do leste e oeste do país, reunindo mulheres de diferentes nações indígenas. "Caminhamos para propor que o terricídio seja considerado um crime de lesa humanidade e lesa natureza", afirmam, em comunicado. "Sabemos que não é o melhor momento para sair dos territórios. No entanto, se ficamos em casa, continuam nos matando." O conceito de terricídio foi criado pelo movimento de mulheres indígenas para englobar as diversas formas de assassinato das formas de vida. Trata-se de feminicídio, ecocídio

Livro do Frei Fidélis é disponibilizado gratuitamente pela Biblioteca de Botucatu



Para celebrar o aniversário de 166 anos de Botucatu, a Biblioteca Municipal Emílio Peduti disponibilizou uma listagem com 55 livros sobre a história da cidade gratuitamente. Entre as obras está o livro "Amérika Pré Histórica e Hércules", de autoria do célebre Frei Fidélis da Mota.

A obra, lançada em 1957, é assinada pelo pseudônimo Peregrino Vidal e é considerada uma raridade, sendo encontrada a sua versão física em sebos por valores que superam R$ 250.

Segundo Johi Langer no livro "Arqueologia do Irreal as Cidades Imagninárias do Brasil", o livro mescla uma perspectiva cristã com elementos das teorias "feniciológicas", onde o pesquisador trata da ideia da colonização sumérica no Brasil.

Para Peregrino Vidal o mundo teria sido formado em 5.199 a.C., e era composto por um primordial continente. Sua ilustração O continente único foi uma transposição dos clássicos mapas “T-O”, realizados na Idade Média. Nele, o globo terrestre é circundado pela ecúmena do oceano e orientado pelos quatro pontos cardeais. O Paraíso localiza-se ao centro do mundo, na região da Arábia, direção leste.

Curiosamente, o jardim do Éden é situado separadamente na região denominada Ásia, também ao leste. No continente único, estava localizado um templo dourado com pedras preciosas, outra influência da imagem paradisíaca no ocidente. Após um destruidor dilúvio, ocorreu a separação do continente, originando a América e a Atlântida

Os sobreviventes da destruição do mundo foram os descendentes de Noé, divididos em dois grupos: os cantores do templo (filhos de Abel) e os adeptos do culto negro (filhos de Caim), ambos posteriormente colonizando as Américas e o Brasil. Os cantores do templo foram os propagadores da civilização, o povo eleito e a nação promissora dos tempos antigos. Por sua vez, os adeptos do culto negro adoravam Satã e construíram os monumentos megalíticos.

A região preferida pelas levas do culto negro foi o estado do Paraná e a cidade de Curitiba, cujo nome derivado do sumério significaria: morada de todos os adeptos. O principal templo do culto negro seriam as formações de Vila Velha, também no estado do Paraná.

Frei Fidélis também é reconhecido por ter pesquisado e divulgado um dicionário Sumério.


Entretanto, o site da biblioteca traz o download de outras obras sobre a história da cidade que vale a pena dar uma conferida clicando no LINK

aqui para baixo

-----------------------------------

Renato Fernandes Jornalista com ampla experiência, antes de ingressar na redação do Segue Rumo passou por importantes meios de comunicação da cidade onde reside (Botucatu), como Diário da Serra (20 anos), folha Serrana, Folha Regional, Revista O Lojista, blog O Grito Notícias, Solutudo. Experiente no jornalismo web e formado em Análise em Mídias Digitais e ampla experiência em SEO atuando ainda na redação, edição, revisão de textos, e produção de conteúdo para o Youtube


Comentários