Traficantes são presos no Santa Elisa no portão da boca de fumo

Uma dupla de traficantes foi presa na noite de ontem, no portão da boca de fumo do Santa Elisa, com maconha, crack, cocaína e dinheiro. A captura dos marginais foi feita por Policiais da Força Tática da Polícia Militar, que avistaram os dois suspeitos ao longe e perceberam que um deles ao avistar a viatura correu para o fundo do imóvel. Enquanto um dos policiais abordava um dos indivíduos no portão, o outro agente da lei conseguiu identificar que o segundo suspeito jogou uma sacola no próprio quintal. Ao verificar o que havia na sacola, os policiais não ficaram surpresos ao constatar que trata-se de 66 porções de crack prontas para a venda. Na busca pessoal os agentes encontraram com um dos traficantes mais 5 porções de crack, 3 porções de maconha, uma porção de cocaína, além de R$ 222 em dinheiro.  A dupla recebeu voz de prisão e foram conduzidos ao Plantão Policial onde foi confeccionado um Boletim de Ocorrência (B.O)  como tráfico de drogas. A dupla agora está presa à disposição

Dexco vai inaugurar em Botucatu com estimativa de geração de 350 empregos diretos

Dexco vai inaugurar em Botucatu com estimativa de geração de 350 empregos diretos


A fábrica de pisos cerâmicos Dexco, será construída em aproximadamente dois anos com estimativa de geração de 350 empregos diretos, em Botucatu e região. Isso é o que foi anunciado pelos empresários responsáveis pela indústria durante a apresentação da indústria na Prefeitura de Botucatu, na última sexta-feira (16).

A fábrica de alta tecnologia para a produção de revestimentos cerâmicos na cidade de Botucatu. estima que entregará a primeira linha de produtos ainda em 2023.

O investimento para a implantação da linha de produção será de R$ 600 milhões, garantindo uma capacidade de produção de 10 milhões de m² por ano. Segundo os empresários, a unidade de Botucatu será a primeira fábrica com tecnologia 4.0, desde sua inauguração. 

Todas as linhas de produção iniciarão seus trabalhos já robotizadas, com auto diagnóstico de máquinas e prontuários para manutenção via mobile. 

A unidade atenderá as marcas Ceusa e Portinari, produzindo placas cerâmicas de grandes formatos, que podem ser utilizadas em bancadas e fachadas, substituindo chapas de mármore. A operação complementa a produção de revestimentos cerâmicos das quatro unidades da companhia localizadas no sul do Brasil, no estado de Santa Catarina nas cidades de Urussanga e Criciúma.

“Optamos por essa região pela distribuição e o custo logístico, maior proximidade com os mercados em expansão do Centro Oeste e Nordeste do país, além de maior disponibilidade de gás natural. Além disso, outro fator importante para a decisão foi a proximidade com outras fábricas da companhia, como a de pisos laminados de madeira em Agudos e a de louças e metais em Jundiaí, podendo, assim, oferecer soluções completas aos consumidores e clientes”, explica Antônio Joaquim de Oliveira, presidente da Dexco.

A Dexco atua no mercado através das marcas - Deca, Portinari, Hydra, Duratex, Ceusa e Durafloor.

Comentários