Mulher envia maconha e k4 para o irmão preso na Penitenciária de Avanhandava

Agentes da Penitenciária “Valdic Junio Alves Primo” de Avanhandava apreenderam, na manhã desta quarta-feira (26), drogas escondidas em fundo falso de um pote de margarina. A encomenda teria sido enviada à unidade pela irmã de um preso. Durante vistoria realizada na presença do destinatário, a equipe localizou duas porções de maconha, pesando cerca de 16 gramas no total, e 550 pedaços de papel contendo k4, a maconha sintética. CONFESSOU Questionado pelos servidores, o detento confirmou que havia encomendado os entorpecentes com a sua irmã, que é devidamente cadastrada no rol de visitas do estabelecimento penal. A direção da Penitenciária de Avanhandava registrou boletim de ocorrência e instaurou procedimento interno para apurar o caso.

Rapaz de 18 anos é capturado por estupro de vulnerável no Monte Mor

Rapaz de 18 anos é capturado por estupro de vulnerável no Monte Mor


Na manhã de ontem, (27) a Guarda Civil Municipal capturou um rapaz de 18 anos, que estava sendo procurado pela justiça, pelo crime de estupro de vulnerável.

A captura ocorreu enquanto a viatura patrulhava a Praça Eduardo Guedes Cassemiro e escolas do bairro Monte  Mor, e receberam uma denúncia anônima informando que uma discussão estava incomodando a vizinhança, na Rua José Longo.

A denúncia dava conta de que um dos envolvidos era foragido da justiça. A viatura se deslocou até o endereço citado, porém a proprietária da casa, disse que tudo não passava de um engano e que não estava ocorrendo nenhuma discussão.

Ela também alegou que não tinha conhecimento de nenhum procurado ou indivíduo com pendências com a justiça em sua casa.

Apesar da afirmação da dona da casa, os agentes da GCM decidiram solicitar às pessoas que estava no imóvel que apresentassem documentação de identidade, e foi então que constataram que um rapaz do imóvel estava com uma pendência criminal pelo crime de Estupro de vulnerável, segundo o ART 217-A do Código Penal.

Havia contra esse rapaz um mandado de detenção. Diante da confirmação da denúncia a Guarda Municipal deu voz de prisão ao jovem e o conduziu até a DIG, onde foi elaborado o boletim de ocorrência de captura de procurado e o mesmo permaneceu detido, ficando a disposição da justiça.

Comentários