Mulher envia maconha e k4 para o irmão preso na Penitenciária de Avanhandava

Agentes da Penitenciária “Valdic Junio Alves Primo” de Avanhandava apreenderam, na manhã desta quarta-feira (26), drogas escondidas em fundo falso de um pote de margarina. A encomenda teria sido enviada à unidade pela irmã de um preso. Durante vistoria realizada na presença do destinatário, a equipe localizou duas porções de maconha, pesando cerca de 16 gramas no total, e 550 pedaços de papel contendo k4, a maconha sintética. CONFESSOU Questionado pelos servidores, o detento confirmou que havia encomendado os entorpecentes com a sua irmã, que é devidamente cadastrada no rol de visitas do estabelecimento penal. A direção da Penitenciária de Avanhandava registrou boletim de ocorrência e instaurou procedimento interno para apurar o caso.

Gambá é resgatado na região Norte de Botucatu

Gambá é resgatado na região Norte de Botucatu

Na última segunda-feira, 24, a Vigilância Ambiental em Saúde, VAS, foi acionada para resgatar um gambá na região Norte de Botucatu. Chegando à região, foi constatado que se tratava de um gambá-de-orelha-preta (Didelphis aurita), animal que não é encontrado com frequência em áreas urbanas, embora já haja registro de sua presença em Botucatu.

Nos últimos dois anos, foram resgatados dois destes marsupiais na região Sul do Município.

“Uma espécie de gambá que é comum em nossa região e muito bem adaptada a áreas urbanas é o gambá-de-orelha-branca (Didelphis albiventris), sendo que em 2020 foram resgatados 458 destes marsupiais. Porém esse, o de orelha preta, são pouquíssimas ocorrências em nosso Município”, afirmou Valdinei Campanucci, Supervisor de Serviços de Saúde Ambiental e Animal.
O gambá encontrado foi solto em uma mata da região Norte.

Ao verificar um desses animais dentro de residências, a população pode acionar a VAS para o resgate. De segunda a sexta-feira, o atendimento é entre 7 às 17 horas, através do telefone (14) 3813-5055. Após horário comercial e aos finais de semana e feriados, o plantão da Vigilância deverá ser acionado através do 199 da Guarda Civil Municipal.

Leia Também



Comentários