Oficinas artísticas do SARAD contribuem para o recomeço de muitas vidas

Arte. Pequena palavra que pode ser entendida como uma habilidade dirigida para a execução de uma tarefa ou um conjunto de técnicas para a produção de objetos. Porém, no Serviço de Atenção e Referência em Álcool e Drogas (SARAD), essas quatro letras representam mais do que explicações teóricas: significam o recomeço na vida de muitas pessoas. Há cerca de dois anos, os pacientes da unidade vinculada ao Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu (HCFMB) participam, semanalmente, de oficinas artísticas voltadas à marcenaria, à pintura, à escrita e à confecção artesanal de enfeites e objetos de decoração. As oficinas são acompanhadas pelas Enfermeiras Mariana Vulcano Neres e Patrícia Cristina Oliveira de Moraes e pela Técnica de Enfermagem Margareth Mendes Dantas que, além de realizarem o que a pioneira da Enfermagem moderna Florence Nightingale aponta como “a mais bela das artes”, investem parte de sua rotina também para aperfeiçoar as habilidades dos pacientes, em prol da

Vandalismo em creche e posto de saúde de São Manuel serão investigados pela Polícia

Vandalismo em creche e posto de saúde de São Manuel serão investigados pela Polícia


No último final de semana, ocorreram dois atos de vandalismo em prédios públicos que atendem a população da cidade de São Manuel.

O primeiro deles ocorreu na creche “Maria José Bordini Paschoal”, na Vila São Geraldo, onde uma janela foi arrombada, vidros foram quebrados, não sendo verificado nenhum furto de qualquer objeto, mas muita bagunça no local e prejuízos materiais.

Um ato condenável já que o local atende um grande número de crianças que são residentes nas Vilas São Geraldo, Rica, Jardim Eldorado e CDHU II.

O ato injustificado fez com que a Diretoria de Educação tivesse que providenciar serviços de serralheiro em pleno domingo para reparar o estrago e colocar grades de reforço nas janelas.

Indignado, o Diretor de Educação Beto Saglietti comentou que a creche é uma escola que está sempre de portas abertas para receber a comunidade bem como as crianças, que são cuidadas com carinho e recebem os primeiros ensinamentos na área da educação.

“Vejam a que ponto chegamos: temos que colocar grades nas escolas para impedir a entrada dos vândalos que, seguramente, não sabem o que a educação proporciona aos nossos alunos. Escolas jamais deveriam ser um lugar para se colocar grades mas, infelizmente, a fim de evitar novas ocorrências e atos injustificados como este, não tivemos outra opção”, disse, inconformado, o diretor Beto Saglietti.

Produtos furtados no Postão de São Manuel farão falta


Outro local arrombado e que também registrou ato de vandalismo com resquícios de algum profissionalismo foi verificado no Posto de Saúde “Geraldo Pereira de Barros”, conhecido com CS-II, localizado no centro da cidade.

Segundo apuração inicial realizada pela polícia, o vândalo ou os vândalos utilizaram luvas para não deixarem vestígios como impressões digitais.

Foram furtados no CS-II uma lata de 400 gramas de leite Nan, 14 latas de 400 gramas de Sustagem e 62 unidades de fraldas tamanho G.

Falando sobre essa ocorrência, a diretora de Saúde Patrícia Rossanesi lamentou o ocorrido e afirmou que esses produtos ficam armazenados na Unidade de Saúde porque são distribuídos à população de forma contínua.

“Infelizmente, iremos deixar de atender algumas pessoas em virtude do furto desses produtos que ficam armazenados, mas já tem destino certo, ou seja, pessoas que precisam dos mesmos passam pela Unidade de Saúde para serem atendidas”.

Durante o mês, as Unidades de Saúde recebem um quantitativo de produtos e insumos que são utilizados e distribuídos à população e sua reposição pode ficar comprometida no último mês do ano devido ao fechamento do sistema contábil, onde existe uma data limite para a emissão de requisições para novas compras. 

A polícia civil local está trabalhando na investigação dos dois arrombamentos na tentativa de descobrir os seus autores que, infelizmente, causaram um grande prejuízo à população.

Comentários