Exposição “Birds na Pina - Aves de Botucatu” já está aberta para visitação

A exposição de fotografias “Birds na Pina” já está aberta ao público. Os visitantes poderão contemplar imagens de cerca de 70 espécies de aves que vivem em Botucatu, registradas por diversos fotógrafos. Promovida pela Secretaria Adjunta de Turismo, a exposição oferece aos seus visitantes experiências interessantes, como uma mostra de comedouros caseiros, vídeos sobre o tema e cantos de aves disponíveis no espaço audiovisual, jogo da memória exclusivo, painéis sobre os biomas locais e tótens de pássaros gigantes. Quem passar por lá também poderá vivenciar a experiência de entrar em uma gaiola humana, e participar de oficinas, passarinhadas, rodas de conversa, visitas guiadas, contações de histórias e encontros com os fotógrafos e outros convidados. No próximo sábado, dia 30, às 11h30, no espaço da exposição, será feito o lançamento do “Guia de aves da Demétria 2”, de Gersony Jovchelevich, que apresenta 76 novas espécies locais, todas ilustradas com fotos e breves informações para facil

O ser misterioso que alimentamos

Somos os criadores da criatura que nos tornamos, alimentamos esse ser misterioso, escondido nas entranhas de nossa alma, em um local tão distante que o olhar contra o espelho não traz o reconhecimento desse ser interior.

Seus segredos estão escondidos em nossa mais pura e sincera verdade, assustadora como todos os medos da infância. São pequenos flashs, breves lembranças dores que nos atormentam e voltam à tona em momentos de fuga interior.


Lá no fundo sabemos tudo sobre nós mesmos e isso é assustador.

Parece que foi ontem. E foi mesmo ontem, a aurora de minha vida.

Época de cultura miojo e canções nas vozes de ídolos loucos. Nas letras dos autores desvairados.
Padrinhos de uma geração sem regras claras, pós ditadura, sem poesia e sem esteira; apenas indecisões. Perdidos na democracia do sistema.

Relações breves, vidas vazias, corações apertados enfim dilemas da pouca experiência.

Liberdade à prova, e aprisionada nas grades da puberdade. Éramos exuberante e excitante.
Experiências regadas deturpando as convenções e quebrando as barreiras da realidade.

Em fuga, rumo ao desconhecido olhares que não se encontram, em um mundo de hormônios em uma terra desconhecida e no semblante penetrante da arte contra a vida levantando a questão. Ser, ou não ser?


Paz não existe é um sentimento dependente de verdade, pois toda o período de mansidão precedeu a guerra

Comentários