Oficinas artísticas do SARAD contribuem para o recomeço de muitas vidas

Arte. Pequena palavra que pode ser entendida como uma habilidade dirigida para a execução de uma tarefa ou um conjunto de técnicas para a produção de objetos. Porém, no Serviço de Atenção e Referência em Álcool e Drogas (SARAD), essas quatro letras representam mais do que explicações teóricas: significam o recomeço na vida de muitas pessoas. Há cerca de dois anos, os pacientes da unidade vinculada ao Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu (HCFMB) participam, semanalmente, de oficinas artísticas voltadas à marcenaria, à pintura, à escrita e à confecção artesanal de enfeites e objetos de decoração. As oficinas são acompanhadas pelas Enfermeiras Mariana Vulcano Neres e Patrícia Cristina Oliveira de Moraes e pela Técnica de Enfermagem Margareth Mendes Dantas que, além de realizarem o que a pioneira da Enfermagem moderna Florence Nightingale aponta como “a mais bela das artes”, investem parte de sua rotina também para aperfeiçoar as habilidades dos pacientes, em prol da

Foi chamado para ajudar amigo no teste de bafômetro e acabou preso

Foi chamado para ajudar amigo no teste de bafômetro e acabou preso


Na noite de Natal (25), um procurado pela justiça foi preso após ser chamado para ajudar um amigo que se recusou a fazer o teste de bafômetro, na Rodovia Marechal Rondon, em Botucatu.

O procurado, um homem de 32 anos, foi preso pelo não pagamento de pensão alimentícia, após os agentes checarem os documentos pessoais do indivíduo, junto ao Sistema de Segurança.

O amigo, que acabou preso, foi chamado para conduzir um veículo já que o condutor não quis realizar o teste do bafômetro (etilômetro).

O preso foi encaminhado à Cadeia Pública de Itatinga.

Comentários