Oficinas artísticas do SARAD contribuem para o recomeço de muitas vidas

Arte. Pequena palavra que pode ser entendida como uma habilidade dirigida para a execução de uma tarefa ou um conjunto de técnicas para a produção de objetos. Porém, no Serviço de Atenção e Referência em Álcool e Drogas (SARAD), essas quatro letras representam mais do que explicações teóricas: significam o recomeço na vida de muitas pessoas. Há cerca de dois anos, os pacientes da unidade vinculada ao Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu (HCFMB) participam, semanalmente, de oficinas artísticas voltadas à marcenaria, à pintura, à escrita e à confecção artesanal de enfeites e objetos de decoração. As oficinas são acompanhadas pelas Enfermeiras Mariana Vulcano Neres e Patrícia Cristina Oliveira de Moraes e pela Técnica de Enfermagem Margareth Mendes Dantas que, além de realizarem o que a pioneira da Enfermagem moderna Florence Nightingale aponta como “a mais bela das artes”, investem parte de sua rotina também para aperfeiçoar as habilidades dos pacientes, em prol da

Cão deixado sozinho em residência é resgatado pela Polícia Civil de Avaré

Cão deixado sozinho em residência é resgatado pela Polícia Civil de Avaré


A Polícia Civil resgatou, na última quarta-feira (12), um cachorro que estava sozinho em uma residência nas proximidades da Vila Jardim, no município de Avaré.

A ação foi realizada por uma equipe da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) que soube, por meio de uma rede social, que o cão estava abandonado no imóvel.

Os policiais foram até o local e apuraram com o antigo locatário da residência, que os proprietários do cachorro morreram e ele permaneceu na casa.

Desde que o animal ficou solitário, alguns vizinhos sensibilizados com a situação começaram a alimentá-lo com ração e água. Os policiais constataram que o cão está aparentemente bem cuidado, sem sinais de machucados ou lesões mais graves.

O cachorro foi então encaminhado a um abrigo para animais da cidade, onde permaneceu recebendo os cuidados necessários até adoção.




Comentários