Oficinas artísticas do SARAD contribuem para o recomeço de muitas vidas

Arte. Pequena palavra que pode ser entendida como uma habilidade dirigida para a execução de uma tarefa ou um conjunto de técnicas para a produção de objetos. Porém, no Serviço de Atenção e Referência em Álcool e Drogas (SARAD), essas quatro letras representam mais do que explicações teóricas: significam o recomeço na vida de muitas pessoas. Há cerca de dois anos, os pacientes da unidade vinculada ao Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu (HCFMB) participam, semanalmente, de oficinas artísticas voltadas à marcenaria, à pintura, à escrita e à confecção artesanal de enfeites e objetos de decoração. As oficinas são acompanhadas pelas Enfermeiras Mariana Vulcano Neres e Patrícia Cristina Oliveira de Moraes e pela Técnica de Enfermagem Margareth Mendes Dantas que, além de realizarem o que a pioneira da Enfermagem moderna Florence Nightingale aponta como “a mais bela das artes”, investem parte de sua rotina também para aperfeiçoar as habilidades dos pacientes, em prol da

Polícia doa mais de 14 toneladas de melancia apreendidas em Avaré

Policia-doa-mais-de-14-toneladas-de-melancia-apreendidas-em-Avare


A Polícia Civil doou, nesta quarta-feira (29/12), melancias que foram apreendidas numa ocorrência de tráfico de drogas na Rodovia Castelo Branco, em Avaré. As frutas tinham sido usadas para esconder mais de uma tonelada de maconha na carroceria de um caminhão. O veículo foi interceptado por policiais rodoviários no domingo de Natal.

Após decisão judicial, policiais da Delegacia de Investigações Gerais (DIG), com o apoio de servidores municipais, carregaram um caminhão cedido pela Prefeitura de Avaré e levaram as frutas à Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social (SEMAD). O órgão ficou encarregado de distribuir as melancias a instituições que prestam serviços assistenciais na cidade.

Segundo a DIG, mais de 14 mil quilos de melancia foram entregues a SEMAD. “Além de combater a criminalidade, tendo como base a investigação, esse tipo de trabalho social é algo que a Polícia Civil em Avaré também realiza e quase sempre não é notado. É sempre gratificante poder beneficiar a população mais carente de alguma forma”, destacou o Delegado Seccional Rubens César Garcia Jorge.

Comentários