Oficinas artísticas do SARAD contribuem para o recomeço de muitas vidas

Arte. Pequena palavra que pode ser entendida como uma habilidade dirigida para a execução de uma tarefa ou um conjunto de técnicas para a produção de objetos. Porém, no Serviço de Atenção e Referência em Álcool e Drogas (SARAD), essas quatro letras representam mais do que explicações teóricas: significam o recomeço na vida de muitas pessoas. Há cerca de dois anos, os pacientes da unidade vinculada ao Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu (HCFMB) participam, semanalmente, de oficinas artísticas voltadas à marcenaria, à pintura, à escrita e à confecção artesanal de enfeites e objetos de decoração. As oficinas são acompanhadas pelas Enfermeiras Mariana Vulcano Neres e Patrícia Cristina Oliveira de Moraes e pela Técnica de Enfermagem Margareth Mendes Dantas que, além de realizarem o que a pioneira da Enfermagem moderna Florence Nightingale aponta como “a mais bela das artes”, investem parte de sua rotina também para aperfeiçoar as habilidades dos pacientes, em prol da

Patrulha da Paz realiza formatura e premia os destaques de 2021

Patrulha da Paz realiza formatura e premia os destaques de 2021


A Secretaria Municipal de Segurança e a Guarda Civil Municipal realizaram nesta terça-feira,14, no Ginásio Paralímpico, a formatura de 2 mil alunos da 11ª edição do Programa Patrulha da Paz.

Este ano, excepcionalmente, devido à pandemia, o Programa foi realizado através de vídeo-aulas e contou com a participação de alunos de 20 escolas municipais, do Colégio Santa Marcelina, da Obra Madre Marina Videmari e do Grupo Escoteiro Padre Anchieta.

O evento contou com a presença do Secretário Municipal de Segurança, Marcelo Emílio de Oliveira; da Secretária Municipal de Educação, Cristiane Amorim; do Presidente da Câmara Municipal, Vereador Rodrigo Rodrigues – Palhinha, do ex-prefeito João Cury Neto; além de outras autoridades, pais e familiares dos alunos.

Lançado em 2010, o Patrulha da Paz promove encontros quinzenais ministrados pelos guardas Nóbrega e Jayme, responsáveis por aplicar aulas teóricas para os estudantes na faixa etária entre 9 e 11 anos. No início do ano foram distribuídas cartilhas do programa que auxiliam o aprendizado teórico. Como complemento, foram promovidas aulas práticas que contam com a parceria de órgãos públicos.

O Programa Patrulha da Paz tem 5 ciclos que abordam temas como a história e o trabalho da Guarda Municipal, Cidadania e Civismo, Trânsito Seguro, Perigo das Drogas e Acidentes Domésticos, junto com o SAMU192 (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência).

Além disso, os alunos participantes realizaram duas avaliações sobre os temas ensinados ao longo do ano letivo, que tem início em março e término em novembro. Os estudantes também foram avaliados em outros quesitos como: cuidados com a apostila, comportamento e quantidade de faltas. Tudo isso foi somado e levado em conta, determinando os vencedores.


“Ficamos muito felizes em mais um ano, mesmo com todas as dificuldades que a pandemia nos trouxe, finalizar o Patrulha da Paz e entregar as premiações aos alunos que se destacaram. Temos a certeza de que esse projeto faz a diferença na formação dessas crianças e as ajudará a ter um futuro cidadão”, afirmou Marcelo Emílio de Oliveira, Secretário Municipal de Segurança.

A cerimônia contou ainda com homenagens e premiações aos melhores alunos de cada escola, às professoras das salas com maiores índices de rendimento, às escolas destaques, aos guardas civis responsáveis e também aos parceiros do Programa.




Comentários