Oficinas artísticas do SARAD contribuem para o recomeço de muitas vidas

Arte. Pequena palavra que pode ser entendida como uma habilidade dirigida para a execução de uma tarefa ou um conjunto de técnicas para a produção de objetos. Porém, no Serviço de Atenção e Referência em Álcool e Drogas (SARAD), essas quatro letras representam mais do que explicações teóricas: significam o recomeço na vida de muitas pessoas. Há cerca de dois anos, os pacientes da unidade vinculada ao Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu (HCFMB) participam, semanalmente, de oficinas artísticas voltadas à marcenaria, à pintura, à escrita e à confecção artesanal de enfeites e objetos de decoração. As oficinas são acompanhadas pelas Enfermeiras Mariana Vulcano Neres e Patrícia Cristina Oliveira de Moraes e pela Técnica de Enfermagem Margareth Mendes Dantas que, além de realizarem o que a pioneira da Enfermagem moderna Florence Nightingale aponta como “a mais bela das artes”, investem parte de sua rotina também para aperfeiçoar as habilidades dos pacientes, em prol da

Quinze máquinas caça-níqueis são apreendidas em Americana

Quinze máquinas caça-níqueis são apreendidas em Americana


A Polícia Civil apreendeu, na última quarta-feira (8), 15 máquinas caça-níqueis e outros objetos relacionados a prática de jogos ilegais. A ação aconteceu no bairro Jardim Santana, no município de Americana. A dona do local foi autuada.

Os trabalhos foram realizados por agentes do 2º Distrito Policial da cidade, que estavam em diligências para combater a prática ilegal de jogos quando receberam uma denúncia indicando um endereço onde estaria funcionando um bingo clandestino.

Ao chegar no local, os policiais constataram que a casa de jogos funcionava em cima de um comércio de bebidas, por onde conseguiram entrar. Durante as buscas, foram encontradas 15 máquinas caça níqueis - todas funcionando.

Pelo local foram apreendidos 15 dispositivos em memória, R$ 60,00 em dinheiro que estava sob a mesa e uma máquina de cartão de crédito. Os noteiros foram destruídos e os demais materiais apreendidos e encaminhados para análise pericial.

Duas apostadoras e uma mulher identificada como responsável pelo local foram ouvidas. As frequentadoras foram liberadas e a autora foi autuada por jogos de azar e será investigada.

Comentários