Oficinas artísticas do SARAD contribuem para o recomeço de muitas vidas

Arte. Pequena palavra que pode ser entendida como uma habilidade dirigida para a execução de uma tarefa ou um conjunto de técnicas para a produção de objetos. Porém, no Serviço de Atenção e Referência em Álcool e Drogas (SARAD), essas quatro letras representam mais do que explicações teóricas: significam o recomeço na vida de muitas pessoas. Há cerca de dois anos, os pacientes da unidade vinculada ao Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu (HCFMB) participam, semanalmente, de oficinas artísticas voltadas à marcenaria, à pintura, à escrita e à confecção artesanal de enfeites e objetos de decoração. As oficinas são acompanhadas pelas Enfermeiras Mariana Vulcano Neres e Patrícia Cristina Oliveira de Moraes e pela Técnica de Enfermagem Margareth Mendes Dantas que, além de realizarem o que a pioneira da Enfermagem moderna Florence Nightingale aponta como “a mais bela das artes”, investem parte de sua rotina também para aperfeiçoar as habilidades dos pacientes, em prol da

Quase R$ 20 mil associado ao tráfico de drogas é apreendido pela polícia em Itatinga

Polícia apreende quase R$ 20 mil associado ao tráfico de drogas em Itatinga


A Polícia Rodoviária apreendeu quase R$ 20 mil, associado ao tráfico de drogas, cuja origem está relacionada à venda de adrenalina, substância utilizada para potencializar a cocaína. 

A apreensão ocorreu na terça-feira (7), na Rodovia Castello Branco, em Itatinga, em torno das 10h30, quando a equipe do Tático Ostensivo Rodoviário (TOR) percebeu um veículo acelerar de maneira suspeita, logo após passar pela viatura.

Após alcançar o veículo suspeito, os policiais perguntaram ao suspeito sobre o motivo da viagem; foi quando o suspeito disse ter saído de Osasco e que levaria sua avó até a cidade de Chavantes/PR. A história deixou os agentes ainda mais desconfiados por conta do nervosismo apresentado pelo motorista.


Os policiais revistaram o carro e acabaram encontrando em um compartimento secreto no painel, R$ 19.307,00 em dinheiro, além de um detector de sinais GPS e um identificador de cristais de câmeras.

Percebendo que a casa tinha caído, o suspeito de 22 anos, acabou confessando a entrega de dois quilos d adrenalina em pó, para um traficante de Chavantes/SP, e que esse material seria utilizado para o refino da cocaína, com a intenção de potencializar os efeitos.

O motorista recebeu voz de prisão em flagrante e foi encaminhado a Delegacia de Polícia Civil de Itatinga, onde foi elaborado o B.O com a prisão em flagrante pelos crimes dos artigos 35 (Associação para o Tráfico de drogas) e pelo artigo 34, lei nº 11343/06.

O veículo, o dinheiro, o aparelho detector de sinais e um telefone celular foram apreendidos, já o suspeito foi preso e recolhido na carceragem da delegacia.



Comentários