Oficinas artísticas do SARAD contribuem para o recomeço de muitas vidas

Arte. Pequena palavra que pode ser entendida como uma habilidade dirigida para a execução de uma tarefa ou um conjunto de técnicas para a produção de objetos. Porém, no Serviço de Atenção e Referência em Álcool e Drogas (SARAD), essas quatro letras representam mais do que explicações teóricas: significam o recomeço na vida de muitas pessoas. Há cerca de dois anos, os pacientes da unidade vinculada ao Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu (HCFMB) participam, semanalmente, de oficinas artísticas voltadas à marcenaria, à pintura, à escrita e à confecção artesanal de enfeites e objetos de decoração. As oficinas são acompanhadas pelas Enfermeiras Mariana Vulcano Neres e Patrícia Cristina Oliveira de Moraes e pela Técnica de Enfermagem Margareth Mendes Dantas que, além de realizarem o que a pioneira da Enfermagem moderna Florence Nightingale aponta como “a mais bela das artes”, investem parte de sua rotina também para aperfeiçoar as habilidades dos pacientes, em prol da

Criminosos usam nomes de procuradores de Botucatu para aplicarem golpe

Criminosos usam nomes de procuradores de Botucatu para aplicarem golpe


A Prefeitura Municipal de Botucatu emitiu na tarde de ontem (16/12), uma nota oficial informando o registro de denúncias envolvendo de forma caluniosa, os nomes de dois Procuradores do Município, em golpe nas redes sociais.

Segundo a nota, alguns cidadãos têm recebido, via redes sociais, envolvendo de forma mentirosa os procuradores Leandro Aguiar Volpato e Beatriz Marilia Laposta de Barros. Os telefones usados pelos criminosos são do DDD 11, região da cidade de São Paulo.

Nessa mensagem, um golpista se apresenta dizendo ser secretário dos referidos procuradores, e solicita às vítimas, documentos e antecipação de valores referentes a processos judiciais.

Vale esclarecer que, a Prefeitura e seus Procuradores não entram em contato com munícipes ou partes envolvidas em processos para fornecer informações sobre pagamentos e muito menos, pedem valores em dinheiro.

A administração pública orienta que em caso de recebimento de mensagens do tipo, ignorem a investida dos golpistas e procurem a Polícia Civil.




NOTA OFICIAL

A Prefeitura informa que alguns cidadãos têm registrado o recebimento de contato, via redes sociais, envolvendo de forma mentirosa nomes de dois Procuradores do Município, Leandro Aguiar Volpato e Beatriz Marília Laposta de Barros.

Uma pessoa se apresenta por mensagem em uma rede social, dizendo ser secretário (a) dos referidos procuradores do Município, solicitando documentos e antecipação de valores referentes a supostos processos judiciais.

Os telefones usados pelos criminosos são do DDD 11, da região da Cidade de São Paulo.

A Prefeitura de Botucatu e seus Procuradores Municipais não entram em contato com munícipes ou partes de processos judiciais para dar informações acerca de pagamentos realizados em processos judiciais, ou pedem qualquer quantia em dinheiro.

No caso de recebimento de mensagens do tipo, a Prefeitura orienta os munícipes a ignorarem a investida e procurarem a Polícia Civil.

Comentários