Polo Cuesta inicia construção de Planejamento Estratégico para o Turismo Regional

O Consórcio Polo Cuesta, em parceria com o Instituto Jatobás, deu início à construção de um Planejamento Estratégico para o turismo. Este documento irá auxiliar os municípios da região a compreender, estruturar e integrar ações para este setor nos próximos anos. O primeiro encontro foi realizado no último dia 25 de novembro, na Fazenda dos Bambus, em Pardinho, e contou com a presença de dirigentes municipais de turismo da região, que agrega nove cidades: Anhembi, Avaré, Bofete, Botucatu, Itatinga, Paranapanema, Pratânia, Pardinho e São Manuel. “Trata-se de uma iniciativa inédita para o consórcio, que em 2021 está completando 20 anos. Estamos em um momento de transformação. Precisamos planejar para executar com sucesso todos os nossos sonhos para este setor”, diz Thiago Henrique Donini, diretor executivo do Polo Cuesta. “Queremos nos estruturar, unir e organizar como progredir, olhar os futuros possíveis e construí-los, beneficiando a nossa região. Especialmente a economia local que o

Skate voador de "De Volta Para o Futuro" é vendido por R$ 2,8 milhões

Skate voador de "De Volta Para o Futuro" é vendido por R$ 2,8 milhões


A trilogia cinematográfica De Volta Para o Futuro (1989) marcou a infância de muita gente, e não é surpreendente que existam fãs apaixonados que comprariam as peças do filme. O skate usado pelo personagem Marty McFly (Michael J. Fox) no segundo filme da saga foi arrematado em um leilão nos Estados Unidos por US$501 mil, cerca de R$2,8 milhões.

No filme, o personagem principal pega o skate voador rosa-choque de uma garotinha durante uma fuga. O objeto não voa de verdade, mas se tornou ainda mais especial (e mais caro) ao ser autografado pelo protagonista Michael J. Fox e por Thomas F. Wilson, que interpretou o personagem Biff. De acordo com a Smithsonian Magazine, o skate estava cotado para ser vendido entre US$80 mil e US$100 mil, mas se valorizou com os autógrafos.

Quem promoveu o leilão foi a loja Prop Store, que também vendeu outras peças que enchem os olhos dos fãs de cinema, como a famosa bola Wilson, usada no filme Náufrago, que foi vendida por por US$385 mil (R$2,1 milhões) e o elmo utilizado por Russell Crowe em “O Gladiador”, adquirido por US$300 mil (R$1,3 milhão). 

Segundo o site Yahoo, outros filmes que tiveram objetos leiloados são Star Wars, O Senhor dos Anéis e Homem Aranha.Quem promoveu o leilão foi a loja Prop Store, que também vendeu outras peças que enchem os olhos dos fãs de cinema, como a famosa bola Wilson, usada no filme Náufrago, que foi vendida por por US$385 mil (R$2,1 milhões) e o elmo utilizado por Russell Crowe em “O Gladiador”, adquirido por US$300 mil (R$1,3 milhão). Segundo o site Yahoo, outros filmes que tiveram objetos leiloados são Star Wars, O Senhor dos Anéis e Homem Aranha.

Da Agência Globo

Comentários