Polo Cuesta inicia construção de Planejamento Estratégico para o Turismo Regional

O Consórcio Polo Cuesta, em parceria com o Instituto Jatobás, deu início à construção de um Planejamento Estratégico para o turismo. Este documento irá auxiliar os municípios da região a compreender, estruturar e integrar ações para este setor nos próximos anos. O primeiro encontro foi realizado no último dia 25 de novembro, na Fazenda dos Bambus, em Pardinho, e contou com a presença de dirigentes municipais de turismo da região, que agrega nove cidades: Anhembi, Avaré, Bofete, Botucatu, Itatinga, Paranapanema, Pratânia, Pardinho e São Manuel. “Trata-se de uma iniciativa inédita para o consórcio, que em 2021 está completando 20 anos. Estamos em um momento de transformação. Precisamos planejar para executar com sucesso todos os nossos sonhos para este setor”, diz Thiago Henrique Donini, diretor executivo do Polo Cuesta. “Queremos nos estruturar, unir e organizar como progredir, olhar os futuros possíveis e construí-los, beneficiando a nossa região. Especialmente a economia local que o

Lui morreu após uma queda

Lui morreu após uma queda


A Polícia Militar de Botucatu divulgou que a causa da morte de Luis Carlos Oliveira, o popular Lui, de 51 anos, foi uma queda, em seu quarto, quando bateu a cabeça.

O falecimento da figura folclórica da cidade ocorreu na quarta-feira (24), em sua casa, na Rua Silvestre Bartoli, região da Vila Paulista, após sua irmã o encontrar no quarto e acionar o atendimento médico via SAMU.

Lui tinha problemas com alcoolismo e foi exatamente seu comportamento enquanto estava embriagado que o tornou popular. Nesses momentos ele dançava pelas ruas, na frente de lojas e interagia de maneira cômica com populares.

A fama popular provocada por seu problema de saúde rendia postagens, grupos e comunidades nas redes sociais, além de várias lendas urbanas narradas de forma oral pela população.

O falecimento gerou bastante comoção nas redes sociais.

Comentários