Pinacoteca recebe exposição “Em Volta do Tempo”, de Renata Egreja, em outubro

As telas da artista plástica paulista Renata Egreja serão a atração da programação da Pinacoteca “Fórum das Artes”, de Botucatu, a partir do dia 10 de outubro. A exposição “Em volta do tempo”, é resultado do Prêmio de Artes Visuais do ProAC LAB 2020, incentivado pela Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo e Ministério da Cultura do Governo Federal.  Na cidade de Botucatu ela recebe o apoio das secretarias de Cultura e Educação, em parceria com o Museu Botucatu. A mostra mescla trabalhos inéditos de Egreja, apresentando 5 telas grandes sobre tela e 10 aquarelas, além da instalação imersiva “Mesa Posta” (2021), que convida o espectador a mergulhar na obra e observá-la desta perspectiva, com cores e formas sugerindo sons e movimento, propondo um estado de encantamento. A exposição, que ocupará duas salas e o átrio da Pinacoteca, faz parte de um projeto que remete a experiência de retorno à terra natal. Lugar em que a artista cresceu e agora regressa com um olhar

Parte da quadrilha que fraudava Ifood é presa em Bauru

Parte da quadrilha que  fraudava Ifood é presa em Bauru


Cinco pessoas foram presas por estelionato e associação criminosa por fraude ao aplicativo IFood. Parte das prisões ocorreram em Bauru, desarticulando o braça da quadrilha que atuava no interior. Também ocorreram detenções em São Paulo cumprindo 9 mandados de busca e apreensão.

A operação foi desencadeada por Policiais Civis da 4ª Delegacia de Lavagem e Ocultação de Ativos Ilícitos por meios eletrônicos (4ªDCCIBER/Deic), em conjunto com policiais da Divisão Especializada de Investigações Criminais de Bauru (Deinter 4). 

A investigação teve início após a empresa-vítima (Ifood), sofrer uma fraude, causando um prejuízo de aproximadamente R$ 1 milhão. A fraude consistia na realização de diversos pedidos junto a plataforma e, após a entrega, os pedidos eram cancelados e realizado o estorno dos valores, provocando um detrimento a empresa.

Durante o cumprimento dos mandados foram conduzidas às delegacia 10 pessoas, das quais cinco foram formalmente indiciadas pelos crimes supracitados.

Foram ainda apreendidos 9 aparelhos celulares, 4 CPUs, 2 tablets, 2 pen drives, um notebook, um HD, cartões, bebidas, além da quantia aproximada de R$ 18 mil.

Comentários