Começa o recapeamento da Rodovia Alcides Soares

Começou na última quarta-feira, 19, a tão esperada obra de recapeamento asfáltico da Rodovia Alcides Soares, que liga Botucatu ao distrito de Vitoriana. O recapeamento terá ao todo 12 quilômetros de extensão, desde a região do Residencial Cachoeirinha, até a chegada a Vitoriana. A obra terá supervisão do Departamento de Estradas e Rodagem, do Governo Estadual e também da Prefeitura de Botucatu, através da Secretaria de Infraestrutura. Os trabalhos estão sendo executados pelo Grupo Sanson, vencedor do processo licitatório. “Estive na obra, junto ao Secretário de Infraestrutura Rodrigo Taborda para acompanharmos o início dos trabalhos. É uma obra esperada há muito tempo pela nossa população e por isso faremos questão de acompanhar cada metro de asfalto novo para garantir que tudo seja executado da melhor maneira”, afirmou o Prefeito Mário Pardini. A expectativa é de que a obra dure 6 meses. O trânsito no local durante esse período funcionará, em alguns trechos, em esquema de “pare e sig

Cinco suspeitos de ataques a bancos em Araçatuba foram presos

Cinco suspeitos de ataques a bancos em Araçatuba foram presos


As polícias Militar e Civil já prenderam cinco suspeitos de envolvimentos nos ataques a duas agências bancárias na madrugada de segunda-feira (30), no centro da cidade de Araçatuba. Aproximadamente 100 artefatos explosivos encontrados no local foram detonados e as equipes mantêm buscas para localizar outros criminosos.

Um casal foi preso por equipes do 12º Batalhão de Ações Especiais de Polícia (Baep) poucas horas após o crime, na região de Araçatuba. No mesmo dia, agentes do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic) detiveram, ainda em estado de flagrância, um terceiro suspeito envolvido nos ataques. O acusado, que foi encontrado no município de Campinas, admitiu participação na ação criminosa.

Os outros dois detidos foram encontrados por agentes da Divisão Especializada de Investigações Criminais (Deic) de Piracicaba, nesta terça-feira (31). Um jovem, de 24 anos, foi localizado no bairro Lago Azul, em ação de apoio a policiais do Distrito Federal que realizavam buscas na região de Araçatuba. O suspeito apresentava ferimentos e foi encaminhado à Santa Casa de Piracicaba, onde segue internado sob escolta policial. Contra ele também havia um mandado de prisão expedido pela Justiça de Campinas pelo crime de roubo.

Na mesma unidade de saúde, as equipes da Deic também localizaram outro suspeito, de 41 anos. O homem havia sido deixado por desconhecidos no Pronto Socorro de São Paulo e, em seguida, transferido. Ele chegou no local sem identificação mas, por meio do trabalho do setor de papiloscopia da Polícia Civil, que coletou suas impressões digitais, ele foi qualificado, sendo constatado que ele era procurado pelo crime de falsificação.

As investigações prosseguem por meio da Polícia Federal. Ainda assim, a Secretaria da Segurança Pública mantém as buscas na região com cerca de 380 policiais, que integram unidades da Polícia Civil, como a Deic, unidades territoriais da PM de Araçatuba. As atividades no local contam, inclusive, com apoio de equipes de Bauru, São José do Rio Preto e Presidente Prudente e do Águia.

Além disso, equipes do Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) realizaram em operação no município para desarmar inúmeras bombas. Somente na terça, no bairro Água Branca, em uma área de aterro sanitário, foram detonados 97 artefatos explosivos restantes. A área central da cidade segue isolada para uma busca minuciosa por possíveis artefatos abandonados.

Comentários