Pinacoteca recebe exposição “Em Volta do Tempo”, de Renata Egreja, em outubro

As telas da artista plástica paulista Renata Egreja serão a atração da programação da Pinacoteca “Fórum das Artes”, de Botucatu, a partir do dia 10 de outubro. A exposição “Em volta do tempo”, é resultado do Prêmio de Artes Visuais do ProAC LAB 2020, incentivado pela Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo e Ministério da Cultura do Governo Federal.  Na cidade de Botucatu ela recebe o apoio das secretarias de Cultura e Educação, em parceria com o Museu Botucatu. A mostra mescla trabalhos inéditos de Egreja, apresentando 5 telas grandes sobre tela e 10 aquarelas, além da instalação imersiva “Mesa Posta” (2021), que convida o espectador a mergulhar na obra e observá-la desta perspectiva, com cores e formas sugerindo sons e movimento, propondo um estado de encantamento. A exposição, que ocupará duas salas e o átrio da Pinacoteca, faz parte de um projeto que remete a experiência de retorno à terra natal. Lugar em que a artista cresceu e agora regressa com um olhar

Deic desmantela esquema gigante de produção distribuição de drogas em Cerquilho

Deic desmantela esquema gigante de de produção distribuição de drogas em Cerquilho


A Polícia Civil desmantelou, uma superestrutura de produção e destruição de entorpecentes em um galpão de Cerquilho. No local, foram apreendidas quatro armas e aproximadamente 3 toneladas de drogas, na quinta-feira (2).

As investigações começaram a partir de duas prisões realizadas em Boituva. Os levantamentos permitiram descobrir que a dupla operava um esquema de grande importância na organização criminosa, utilizando como entreposto um galpão no Jardim Esplanada, em Cerquilho.

As equipes foram então até o imóvel alvo, localizado na rua Demércio Bellucci, e perceberam que o local estava fechado e desocupado, mas pela fresta do portão perceberem que no interior havia dois caminhões e diversos tambores de plástico, os quais são usados comumente para armazenamento de drogas.


Os policiais então entraram no local e, durante vistoria, encontraram milhares de porções e centenas de tijolos de maconha, pinos e sacos com cocaína e outros produtos químicos, os quais seriam insumos para o preparo do material entorpecente a ser comercializado. As substâncias somaram 2.929,4 quilos.

Ainda foram localizadas uma máquina embaladora e quatro armas de fogo - três pistolas e uma submetralhadora – uma delas com registro de furto. Os materiais encontrados no local e os veículos foram apreendidos e encaminhados para perícia. A Polícia Civil prossegue com as investigações.

Os trabalhos foram realizados por agentes da 4ª Delegacia da Divisão de Investigações sobre Furtos, Roubos e Receptações de Veículos e Cargas (Divecar), do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), que iniciaram as apurações no início de agosto.

Comentários