Pinacoteca recebe exposição “Em Volta do Tempo”, de Renata Egreja, em outubro

As telas da artista plástica paulista Renata Egreja serão a atração da programação da Pinacoteca “Fórum das Artes”, de Botucatu, a partir do dia 10 de outubro. A exposição “Em volta do tempo”, é resultado do Prêmio de Artes Visuais do ProAC LAB 2020, incentivado pela Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo e Ministério da Cultura do Governo Federal.  Na cidade de Botucatu ela recebe o apoio das secretarias de Cultura e Educação, em parceria com o Museu Botucatu. A mostra mescla trabalhos inéditos de Egreja, apresentando 5 telas grandes sobre tela e 10 aquarelas, além da instalação imersiva “Mesa Posta” (2021), que convida o espectador a mergulhar na obra e observá-la desta perspectiva, com cores e formas sugerindo sons e movimento, propondo um estado de encantamento. A exposição, que ocupará duas salas e o átrio da Pinacoteca, faz parte de um projeto que remete a experiência de retorno à terra natal. Lugar em que a artista cresceu e agora regressa com um olhar

Forças de segurança desmantela boca de fumo perto de creche em Laranjal Paulista

Forças de segurança desmantela boca de fumo perto de creche em Laranjal Paulista


A Polícia Civil e a Guarda Civil Municipal de Laranjal Paulista desmantelou uma boca de fumo que funcionava perto da Creche Municipal Nossa Senhora Auxiliadora, na esquina com a Rua Ostralino Moreira da Silva Filho e Avenida Brasil. Na região também estão localizados o Terminal Rodoviário e o Fórum da Cidade.

A operação que contou com ainda com a Polícia Militar e o SIG – Setor de Investigação de Laranjal Paulista, aconteceu na manhã de quinta-feira (19) e conseguiu prender três pessoas envolvidas com a venda de entorpecentes na cidade. 

Para conseguir provas contra os criminosos, os investigadores utilizaram uma viatura à paisana (descaracterizada) para realizar filmagens da movimentação dos traficantes e seus clientes.

Com as provas do tráfico em mãos as autoridades se mobilizaram abordaram os elementos e os prenderam, constatando ainda que um dos criminosos tinha a função exclusiva de fugir correndo com a droga, carregando o entorpecente para para uma casa da Rua Ostralino Moreira da Silva.

Não era por coincidência que essa casa, usada pelo traficante corredor, era localizada bem próxima da residência de outro traficante preso na operação conjunta.

Um dos traficantes era bastante agressivo e tentou resistir à prisão e abrodagem das forças de segurança, sendo necessário uso de força física para contê-lo, esse traficante, no momento da abordagem, não portava nada de ilegal, porém os policiais perceberam que sua namorada, que assistia a prisão, dispensou um cigarro de maconha, minutos antes da abordagem.
 
O meliante responsável pela venda direta da droga ao viciado levou os policiais até sua casa, alegando que tanto ele quanto o imóvel estavam limpos, entretanto embaixo do colchão foi localizado um telefone celular, um saco plástico com 12 pedras de crack dentro, 112 microtubos de crack prontos para a venda, 43 microtubos de cocaína, 20 parangas de maconha maconha, R$ 42,25 entre cédulas e moedas, 4 aparelhos celulares e ainda um rolo de fita adesiva transparente. Durante a revista em outro cômodo a Polícia encontrou uma paranga maior de maconha. 

Os três envolvidos com o tráfico na região foram presos e encaminhados à Delegacia da cidade onde receberam  voz de prisão e foi elaborado o Boletim de Ocorrência.


Comentários