Começa o recapeamento da Rodovia Alcides Soares

Começou na última quarta-feira, 19, a tão esperada obra de recapeamento asfáltico da Rodovia Alcides Soares, que liga Botucatu ao distrito de Vitoriana. O recapeamento terá ao todo 12 quilômetros de extensão, desde a região do Residencial Cachoeirinha, até a chegada a Vitoriana. A obra terá supervisão do Departamento de Estradas e Rodagem, do Governo Estadual e também da Prefeitura de Botucatu, através da Secretaria de Infraestrutura. Os trabalhos estão sendo executados pelo Grupo Sanson, vencedor do processo licitatório. “Estive na obra, junto ao Secretário de Infraestrutura Rodrigo Taborda para acompanharmos o início dos trabalhos. É uma obra esperada há muito tempo pela nossa população e por isso faremos questão de acompanhar cada metro de asfalto novo para garantir que tudo seja executado da melhor maneira”, afirmou o Prefeito Mário Pardini. A expectativa é de que a obra dure 6 meses. O trânsito no local durante esse período funcionará, em alguns trechos, em esquema de “pare e sig

Deputado pede ao Estado que acelere a unificação dos boletins de ocorrência

Deputado pede ao Estado que acelere a unificação dos boletins de ocorrência


O deputado estadual Afonso Lobato foi informado, nesta semana, pela Secretaria de Segurança Pública, que a unificação dos boletins de ocorrência hoje elaborados separadamente pelas polícias civil e militar, já se encontra em estudos e deve ser adotada para simplificar o registro pelo cidadão, de crimes e outras ocorrências policiais.

O documento enviado ao parlamentar pelo delegado geral adjunto de Polícia, Eduardo Augusto Paglione, é uma resposta à Indicação n.º 2.750/2021 protocolada na Assembleia Legislativa em junho último, e a um ofício enviado à Secretaria, sugerindo a adoção da medida. Segundo, o delegado, a articulação feita por Afonso "corroborou" e agilizou as providências que vinham sendo tomadas.

Os pedidos ocorreram após Afonso ter ouvido do tenente-coronel, Ricardo Ivo Gobbo, comandante do 5º Batalhão da Policia Militar, em Taubaté, sobre a importância dessa medida. "Assumi o compromisso de acelerar essa providência que em muito beneficia a população e facilita o trabalho das polícias", disse.

Esse procedimento já é adotado em outros estados, como no Paraná e mais recentemente em Santa Catarina, comprovando ser uma prática que facilita e desburocratiza o registro do atendimento e reduz significativamente os casos de subnotificação de crimes.

"Além disso, vai evitar deslocamentos desnecessários do cidadão à delegacia, para simples registro de fato que já tenha sido atendido pela Polícia Militar, por exemplo", diz Afonso.

Comentários