Trabalhador de 20 anos morre após cair de telhado na Eucatex

Um acidente de trabalho acabou matando o jovem Cristiano Ferreira De Souza, 20 anos, que caiu do telhado de um dos barracões da Eucatex, na manhã da última quinta-feira, 20. Cristiano era funcionário da empresa terceirizada MFL Construtora, e caiu de uma altura aproximada de 20 metros, quando a estrutura cedeu.  O impacto da queda deixou o rapaz gravemente ferido, ele recebeu os primeiros socorros e foi socorrido ainda com vida, porém não resistiu e morreu. Após o acidente, o corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML), para procedimentos técnicos. Cristiano foi sepultado no Cemitério da Saudade, em Itatinga. Após o acidente a Eucatex emitiu uma nota de esclarecimento, confira. "A Eucatex lamenta informar o acidente ocorrido no dia 20 de janeiro de 2022, que culminou na morte de Cristiano Ferreira de Souza, 20 anos, residente em Itatinga. O profissional, contratado pela MFL Construtora, empresa que presta serviços à Eucatex, realizava um procedimento de manutenção no te

Guarda Municipal surpreende pixadores em Praça do Jardim Planalto

Guarda Municipal surpreende pixadores em Praça do Jardim Planalto

A Guarda Civil Municipal (GCM), surpreendeu dois menores com sprays utilizados para pixar um poste na praça pública Dona Chiquita, Jardim Planalto, na tarde de quinta-feira (21).

A viatura compareceu à praça após denúncia anônima pelo telefone de emergência 199, dando conta de que dois rapazes estariam depredando o bem público. Chegando ao local, os guardas surpreenderam um rapaz de 13 e outro de 15 anos, com uma sacola nas mãos, onde estavam dois sprays, um na cor preta e outro vermelho.

Os agentes questionaram o que eles estariam fazendo com aqueles recipientes de tinta, já que próximo a eles havia um poste que havia sido pixado a pouco tempo. A dupla justificou, dizendo que haviam pintado uma bicicleta e usado o restante da tinta para gravar as iniciais de seus nomes no poste.

Os guardas chamaram os responsáveis pelos menores e todos foram encaminhados até Delegacia de Polícia, onde foi elaborado o Boletim de Ocorrência (B.O), de acordo com o artigo 65 do Código Ambiental  e lavrada multa no valor de R$ .5.000, conforme determina a lei 5940, artigo 2 de 09 de Outubro de 2017.

Após isso todos foram orientados e liberados.

Comentários