Traficantes são presos no Santa Elisa no portão da boca de fumo

Uma dupla de traficantes foi presa na noite de ontem, no portão da boca de fumo do Santa Elisa, com maconha, crack, cocaína e dinheiro. A captura dos marginais foi feita por Policiais da Força Tática da Polícia Militar, que avistaram os dois suspeitos ao longe e perceberam que um deles ao avistar a viatura correu para o fundo do imóvel. Enquanto um dos policiais abordava um dos indivíduos no portão, o outro agente da lei conseguiu identificar que o segundo suspeito jogou uma sacola no próprio quintal. Ao verificar o que havia na sacola, os policiais não ficaram surpresos ao constatar que trata-se de 66 porções de crack prontas para a venda. Na busca pessoal os agentes encontraram com um dos traficantes mais 5 porções de crack, 3 porções de maconha, uma porção de cocaína, além de R$ 222 em dinheiro.  A dupla recebeu voz de prisão e foram conduzidos ao Plantão Policial onde foi confeccionado um Boletim de Ocorrência (B.O)  como tráfico de drogas. A dupla agora está presa à disposição

Guarda Municipal surpreende pixadores em Praça do Jardim Planalto

Guarda Municipal surpreende pixadores em Praça do Jardim Planalto

A Guarda Civil Municipal (GCM), surpreendeu dois menores com sprays utilizados para pixar um poste na praça pública Dona Chiquita, Jardim Planalto, na tarde de quinta-feira (21).

A viatura compareceu à praça após denúncia anônima pelo telefone de emergência 199, dando conta de que dois rapazes estariam depredando o bem público. Chegando ao local, os guardas surpreenderam um rapaz de 13 e outro de 15 anos, com uma sacola nas mãos, onde estavam dois sprays, um na cor preta e outro vermelho.

Os agentes questionaram o que eles estariam fazendo com aqueles recipientes de tinta, já que próximo a eles havia um poste que havia sido pixado a pouco tempo. A dupla justificou, dizendo que haviam pintado uma bicicleta e usado o restante da tinta para gravar as iniciais de seus nomes no poste.

Os guardas chamaram os responsáveis pelos menores e todos foram encaminhados até Delegacia de Polícia, onde foi elaborado o Boletim de Ocorrência (B.O), de acordo com o artigo 65 do Código Ambiental  e lavrada multa no valor de R$ .5.000, conforme determina a lei 5940, artigo 2 de 09 de Outubro de 2017.

Após isso todos foram orientados e liberados.

Comentários