Pinacoteca recebe exposição “Em Volta do Tempo”, de Renata Egreja, em outubro

As telas da artista plástica paulista Renata Egreja serão a atração da programação da Pinacoteca “Fórum das Artes”, de Botucatu, a partir do dia 10 de outubro. A exposição “Em volta do tempo”, é resultado do Prêmio de Artes Visuais do ProAC LAB 2020, incentivado pela Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo e Ministério da Cultura do Governo Federal.  Na cidade de Botucatu ela recebe o apoio das secretarias de Cultura e Educação, em parceria com o Museu Botucatu. A mostra mescla trabalhos inéditos de Egreja, apresentando 5 telas grandes sobre tela e 10 aquarelas, além da instalação imersiva “Mesa Posta” (2021), que convida o espectador a mergulhar na obra e observá-la desta perspectiva, com cores e formas sugerindo sons e movimento, propondo um estado de encantamento. A exposição, que ocupará duas salas e o átrio da Pinacoteca, faz parte de um projeto que remete a experiência de retorno à terra natal. Lugar em que a artista cresceu e agora regressa com um olhar

Ladrão engana farmacêutico e usa garrafa como se fosse arma em assalto

Ladrão engana farmacêutico e usa garrafa como se fosse arma em assalto


Por volta da meia noite de segunda-feira (27) a Polícia Militar prendeu um indivíduo que havia acabado de roubar uma farmácia, enganando o empresário fingindo estar armado quando na realidade estava portando apenas uma garrafa de cerveja.

O crime ocorreu em uma farmácia na Avenida Dom Lúcio, e a prisão do suspeito foi no cruzamento da Rua Costa Leite com a Campos Sales. Segundo o relatório policial a viatura suspeitou de um indivíduo que andava a passos acelerados, e no momento em que manobrava a viatura para abordar o apressadinho, o dono da farmácia abordou a equipe para relatar o roubo ao estabelecimento.

A abordagem foi exatamente na esquina e os policiais realizaram a abordagem, sendo necessário que o ladrão tirasse parte da roupa que estava vestido. Os policiais encontraram com o bandido R$ 278 em notas trocadas, uma garrafa de cerveja na cor verde e um boné azul e branco.

Vendo que não tinha por onde fugir, o indivíduo confessou o roubo e explicou que usou a garrafa de vidro verde, para simular que estava armado no momento do roubo. O gerente da farmácia reconheceu o autor do roubo.

Em seguida os policiais deram voz de prisão ao marginal e apresentou o mesmo ao Plantão de Polícia Civil, juntamente com o dinheiro proveniente do roubo e a vítima.

O delegado plantonista elaborou o Boletim de Ocorrência, e ratificou a voz de prisão. Agora o ladrão está preso e permanece à disposição da justiça.

Comentários