Mulher envia maconha e k4 para o irmão preso na Penitenciária de Avanhandava

Agentes da Penitenciária “Valdic Junio Alves Primo” de Avanhandava apreenderam, na manhã desta quarta-feira (26), drogas escondidas em fundo falso de um pote de margarina. A encomenda teria sido enviada à unidade pela irmã de um preso. Durante vistoria realizada na presença do destinatário, a equipe localizou duas porções de maconha, pesando cerca de 16 gramas no total, e 550 pedaços de papel contendo k4, a maconha sintética. CONFESSOU Questionado pelos servidores, o detento confirmou que havia encomendado os entorpecentes com a sua irmã, que é devidamente cadastrada no rol de visitas do estabelecimento penal. A direção da Penitenciária de Avanhandava registrou boletim de ocorrência e instaurou procedimento interno para apurar o caso.

Escondeu drogas em um travesseiro e foi viajar de ônibus

Escondeu drogas em um travesseiro e foi viajar de ônibus


A Polícia Militar Rodoviária prendeu uma mulher, de 25 anos, que transportava quatro tabletes de skunk em um travesseiro. O flagrante ocorreu na quarta-feira (28), em Assis.

Uma equipe do 2º Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv) participava da operação “Paz e Proteção”, pela rodovia Raposo Tavares (SP-270), quando abordou um ônibus que saiu de Ponta Porã (MS) com destino a São Paulo.

Durante entrevistas com os passageiros, os militares desconfiaram de uma mulher e realizaram buscas em seus pertences. Dentro do travesseiro que ela transportava foram encontradas as drogas, que somaram mais de quatro quilos e foram apreendidas para perícia.  Um celular e R$ 1,4 mil em espécie também foram recolhidos.

A passageira foi presa em flagrante e levada ao plantão policial da cidade, onde contou que foi contratada para buscar os entorpecentes no Paraguai e levá-los até a região do Brás, na capital paulista.

O caso foi registrado como tráfico de drogas e a mulher permaneceu detida à disposição da Justiça.

#Assis #Skunk #PolíciaRodoviária #Tráfico

Comentários