Trabalhador de 20 anos morre após cair de telhado na Eucatex

Um acidente de trabalho acabou matando o jovem Cristiano Ferreira De Souza, 20 anos, que caiu do telhado de um dos barracões da Eucatex, na manhã da última quinta-feira, 20. Cristiano era funcionário da empresa terceirizada MFL Construtora, e caiu de uma altura aproximada de 20 metros, quando a estrutura cedeu.  O impacto da queda deixou o rapaz gravemente ferido, ele recebeu os primeiros socorros e foi socorrido ainda com vida, porém não resistiu e morreu. Após o acidente, o corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML), para procedimentos técnicos. Cristiano foi sepultado no Cemitério da Saudade, em Itatinga. Após o acidente a Eucatex emitiu uma nota de esclarecimento, confira. "A Eucatex lamenta informar o acidente ocorrido no dia 20 de janeiro de 2022, que culminou na morte de Cristiano Ferreira de Souza, 20 anos, residente em Itatinga. O profissional, contratado pela MFL Construtora, empresa que presta serviços à Eucatex, realizava um procedimento de manutenção no te

Corpo de auxiliar de limpeza é encontrado com as duas pernas quebradas sob viaduto em Tietê


Corpo de auxiliar de limpeza é encontrado com as duas pernas quebradas sob viaduto em Tietê


A auxiliar de limpeza Ivanilde Almeida de Andrade, 44 anos, foi encontrada morta, com as duas pernas quebradas e com escoriações, por volta das 11 horas, embaixo de um viaduto, na sexta-feira (9), em Tietê.

A Polícia Civil da  cidade está investigando o caso e esclarece que o corpo foi achado sob o viaduto da Rodovia Prefeito Antônio Romano Schincariol (SP-139), na altura do quilômetro 82, com ambas as pernas quebradas, apresentando ainda várias escoriações pelo corpo.

Dados da Polícia Militar, apontam que familiares da vítima a estavam procurando desde a tarde de quinta-feira (8), horas depois dela sair para ir até uma academia.

A polícia trabalha com a possibilidade de que a auxiliar provavelmente foi vítima de uma tentativa de assalto e acabou caindo do viaduto. 

Tese reforçada por provas, como o fato de que os óculos e outros pertences de Ivanilde, estavam próximos ao local, entretanto o tênis, que ela havia comprado recentemente, tinha desaparecido

De acordo com o laudo policial Ivanilde tinha as duas pernas quebradas, havia sinais de que havia batido a cabeça, além de escoriações nas mãos. 

A perícia foi acionada e o caso está sendo investigado pela Polícia Civil, que aguarda os laudos oficiais para orientar as investigação, entretanto até o momento não foi divulgada nenhuma posição oficial do que pode ter acontecido.

A ocorrência foi registrada como encontro de cadáver.

Comentários