Polo Cuesta ampliará interesses em comum dos municípios

Consórcio Polo Cuesta, antes apenas dedicado ao Turismo, passará a ser multifinalitário e com foco ainda maior no desenvolvimento regional essa decisão foi tomada em assembleia realizada nesta sexta-feira (15), no auditório Cyro Pires da Prefeitura de Botucatu, quando membros aprovaram a mudança de finalidade do consórcio. Até então, o consórcio era unifinalitário, ou seja, atendia exclusivamente a um único interesse: no caso, o turístico. Com a mudança para consórcio multifinalitário, todos os municípios envolvidos poderão atuar juntos em diferentes áreas de interesse comum. “Acreditamos que essa mudança irá atender melhor aos interesses das cidades, ajudando as administrações municipais a tratarem de forma mais efetiva os desafios em comum de todos. Seja no meio ambiente, na saúde, na infraestrutura e outras áreas, nas quais serão criadas câmaras técnicas. Isso não quer dizer que o turismo será deixado de lado. Pelo contrário. Pensar o desenvolvimento regional fortalecerá ainda mais

Assaltantes de banco em Botucatu usaram munições do mesmo lote do assassinato de Marielle

Assaltantes do banco de Botucatu usaram munições do mesmo lote do assassinato de Marielle


Os assaltantes que tentaram roubar o Banco do Brasil em Botucatu em junho de 2020, usaram munições do mesmo lote utilizado no assassinato da vereadora carioca Marielle Franco.

Isso é o que aponta Laudos da Perícia Técnica apresentados com exclusividade pelo programa Domingo espetacular na noite de domingo (11). Segundo o programa as munições foram compradas com dinheiro público e desviadas dos arsenais do Exército, da Aeronáutica, da Polícia Federal e das Polícias Civil e Militar.
A matéria revela que essa constatação se deve à análise de mais de 100 munições de rifles e pistolas usadas no assalto.

De acordo com a reportagem a empresa CBC (Companhia Brasileira de Cartuchos), foi notificada para ajudar no rastreamento e constatou que um lote de munições comprados pela Polícia Federal de Brasília, mas entregue a um depósito no Rio de Janeiro.

O programa da Rede Record afirma que houve desvio dos arsenais do governo e esse armamento foi usado tanto no assassinato da vereadora quanto no assalto à Botucatu.

como foi o mega assalto


O assalto em Botucatu foi em julho do ano passado e durou cerca de três horas. Pelo menos 40 homens teriam participado da ação criminosa. Os bandidos fizeram moradores reféns e roubaram uma joalheria. A dona da loja acompanhou a ação dos criminosos ao vivo pelo celular.

A troca de tiros intensa foi ouvida de vários pontos da cidade e balas atingiram imóveis em uma das ruas usadas como rota de fuga do bando. Na tentativa de acalmar a população da cidade, um padre fez uma live durante os ataques e pediu proteção.

Dois policiais ficaram feridos durante o confronto na madrugada, mas receberam atendimento médico e passam bem. Imagens de circuito de segurança registraram o momento em que um deles foi atingido por tiros

Confira abaixo a reportagem completa do Domingo Espetacular

Comentários