Traficantes são presos no Santa Elisa no portão da boca de fumo

Uma dupla de traficantes foi presa na noite de ontem, no portão da boca de fumo do Santa Elisa, com maconha, crack, cocaína e dinheiro. A captura dos marginais foi feita por Policiais da Força Tática da Polícia Militar, que avistaram os dois suspeitos ao longe e perceberam que um deles ao avistar a viatura correu para o fundo do imóvel. Enquanto um dos policiais abordava um dos indivíduos no portão, o outro agente da lei conseguiu identificar que o segundo suspeito jogou uma sacola no próprio quintal. Ao verificar o que havia na sacola, os policiais não ficaram surpresos ao constatar que trata-se de 66 porções de crack prontas para a venda. Na busca pessoal os agentes encontraram com um dos traficantes mais 5 porções de crack, 3 porções de maconha, uma porção de cocaína, além de R$ 222 em dinheiro.  A dupla recebeu voz de prisão e foram conduzidos ao Plantão Policial onde foi confeccionado um Boletim de Ocorrência (B.O)  como tráfico de drogas. A dupla agora está presa à disposição

Ameaçou de morte a própria mãe e detruiu os móveis da casa

Ameaçou de morte a própria mãe e detruiu os imóveis da casa


Na tarde de ontem (07) a Guarda Civil Municipal (GCM) prendeu um rapaz de 24 anos que estava alterado, ameaçando a mãe de morte e destruindo todos os móveis que ela tinha em casa.

A ocorrência foi atendida pela GCM, durante patrulhamento comunitário na Vila Maria, após ser acionada através do telefone de emergência 199 e segundo consta o rapaz estava bastante alterado ameaçando matar a própria morte.

O indivíduo estava no interior da residência extremamente agressivo, e teve que ser contido pelos agentes de segurança. Logo em seguida o rapaz foi  conduzido à Delegacia da Defesa da Mulher (DDM).

Na delegacia a autoridade de policial ratificou a voz de prisão e elaborou o Boletim de Ocorrência (BO) de acordo com o Art° 140 Injúria, Art° 147° Ameaça e Art° 163 Dano, todos do Código Penal além de aplicar as penas da Lei Maria da Penha.

Conclusão, foi arbitrada fiança de R$ 3 mil  reais, que o jovem não teve como pagar, portanto o indivíduo permaneceu preso, e acabou sendo conduzido à cadeia pública de Itatinga, onde está à disposição da justiça.

Comentários