Veículos interceptados em Itatinga seriam vendidos criminosamente na Colômbia

A equipe do (TOR) Tático Ostensivo Rodoviário evitou que dois veículos alugados irregularmente fossem repassados de maneira criminosa, na fronteira do Brasil com a Colômbia. A abordagem dos policiais ocorreu na madrugada desta quinta-feira, dia 03, na praça de pedágio de Itatinga, na Rodovia Castelo Branco.   Os policiais desconfiaram das informações desencontradas dadas pelos motoristas dos dois veículos, que segundo as autoridades perceberam algo errado quando perceberam que os veículos estavam trafegando como se fosse um comboio. O primeiro motorista dirigia um GM/Tracker, e disse que alugou o carro e que pretendia ir até a cidade de Corumbá-MS para passar o final de semana prolongado. Ele também adiantou que o condutor do outro veículo, um MBenz/C180, era amigo e iria com ele para a mesma cidade. Sobre o contrato de locação do automóvel o condutor apresentou uma foto do contrato, armazenada no aplicativo de conversas WhatsApp, porém o nome que constava no documento não batia com o

Shiraishi: o assassino do Twitter guardava as cabeças das vítimas em geladeiras

Shiraishi: o assassino do Twitter guardava a cabeças de vítimas


Takahiro Shiraishi, ganhou notoriedade mundial como o "assassino do Twitter", um assassino frio que colecionava a cabeça de suas vítimas em uma geladeira.

Shiraishi, conseguia a atenção de suicidas alimentando nelas o desejo de se matarem e conquistava a atenção dessas pessoas através da redae social Twitter, onde garantia que as ajudária a concretizar seus planos suicidas. Em alguns casos ele dizia que estava disposto a morrer ao lado delas.

Além de colecionar as cabeças Shiraishi também as esquartejava e guardava os restos mortais em geladeiras, dispostas em seu pequeno apartamento em Zama, que fica em um subúrbio ao sudoeste de Tóquio.


Para você ter idéia, no dia 31 de outubro de 2017, a polícia do Japão encontrou 240 pedaços de corpos humanos armazenados em geladeiras ou caixas de ferramentas, todas cobertas com areia para gatos na tentativa de disfarçar o odor.

E foie xatamente o odor que chamou a atenção dos vizinhos que acionaram a polícia, suspeitando de que algo de anormal ocorria naquele apartamento.

Takahiro Shiraishi foi preso em 2017, após ter assassindo nove pessoas, ele foi  julçgado e condenado à morte, no Japão.

O assassino do Twitter confessou ter assassinado e esquartejado suas vítimas, vale lembrar que nesse caso bizarro quase todas as vítimas eram mulheres jovens, das nove vítimas apenas uma era homem, todos com diade entre 15 e 26 anos. 

Ele estrangulava as vítimas e em seguida picava os corpos, O curiosos é que essa sucessão de crimes ocorreram em um espaço de apenas três meses, entre agosto e outubro de 2017.


Outra informação interessante é que o serial killer foi descoberto no Halloween de 2017, data em que a polícia do Japão encontrou partes de corpos no apartamento do maluco.

A imprensa japonesa passou a chamar o pequeno apartamento de "casa dos horrores", e os policiais lembram até hoje o momento em que encontraram nove cabeças junto a uma enorme quantidade de ossos, braços e pernas escondidos.

Na época o serial killer disse que retirou a carne dos corpos e cobriu as partes restantes com areia de gato para escondê-las. 

-----------------------------------

Renato Fernandes Jornalista com ampla experiência, antes de ingressar na redação do Segue Rumo passou por importantes meios de comunicação da cidade onde reside (Botucatu), como Diário da Serra (20 anos), folha Serrana, Folha Regional, Revista O Lojista, blog O Grito Notícias, Solutudo. Experiente no jornalismo web e formado em Análise em Mídias Digitais e ampla experiência em SEO atuando ainda na redação, edição, revisão de textos, e produção de conteúdo para o Youtube


Comentários