Mulher envia maconha e k4 para o irmão preso na Penitenciária de Avanhandava

Agentes da Penitenciária “Valdic Junio Alves Primo” de Avanhandava apreenderam, na manhã desta quarta-feira (26), drogas escondidas em fundo falso de um pote de margarina. A encomenda teria sido enviada à unidade pela irmã de um preso. Durante vistoria realizada na presença do destinatário, a equipe localizou duas porções de maconha, pesando cerca de 16 gramas no total, e 550 pedaços de papel contendo k4, a maconha sintética. CONFESSOU Questionado pelos servidores, o detento confirmou que havia encomendado os entorpecentes com a sua irmã, que é devidamente cadastrada no rol de visitas do estabelecimento penal. A direção da Penitenciária de Avanhandava registrou boletim de ocorrência e instaurou procedimento interno para apurar o caso.

Procurada se escondeu por nove anos mas acabou presa pela Guarda Municipal

Procurada se escondeu por nove anos mas acabou presa pela Guarda Municipal


Uma traficante que conseguiu se esconder da justiça durante nove anos acabou presa na sexta-feira (14) após uma abordagem de rotina do GAPE (Grupo de Ações Preventivas Especiais), em Botucatu.

A capturada da mulher de 30 anos, ocorreu durante patrulha de rotina em uma abordagem comum, porém levantou suspeita dos agentes, já que a cidadã mostrou comportamento de desconforto.
propaganda
Os agentes suspeitaram da postura e decidiram averiguar os antecedentes criminais e foi então que descobriram que aquele indivíduo tinha em aberto uma pena de nove anos e nove meses para cumprir em regime semiaberto, por tráfico de entorpecentes.

A capturada ocorreu em região bem próxima à creche Hernâni Donato, no Bairro Cedro e terminou com a traficante encaminhada ao plantão permanente para a elaboração do B.O (Boletim de Ocorrência) como captura de procurado e agora ela está à disposição da justiça

Comentários