Mulher envia maconha e k4 para o irmão preso na Penitenciária de Avanhandava

Agentes da Penitenciária “Valdic Junio Alves Primo” de Avanhandava apreenderam, na manhã desta quarta-feira (26), drogas escondidas em fundo falso de um pote de margarina. A encomenda teria sido enviada à unidade pela irmã de um preso. Durante vistoria realizada na presença do destinatário, a equipe localizou duas porções de maconha, pesando cerca de 16 gramas no total, e 550 pedaços de papel contendo k4, a maconha sintética. CONFESSOU Questionado pelos servidores, o detento confirmou que havia encomendado os entorpecentes com a sua irmã, que é devidamente cadastrada no rol de visitas do estabelecimento penal. A direção da Penitenciária de Avanhandava registrou boletim de ocorrência e instaurou procedimento interno para apurar o caso.

Polícia Civil investiga planejamento de ataque a escola do DF

Polícia Civil investiga planejamento de ataque a escola do DF


A Polícia Civil do Distrito Federal cumpriu nesta sexta-feira (21) um mandado de busca e apreensão no endereço de um suspeito de planejar um ataque armado a uma escola localizada no Recanto das Emas, que fica na região sudoeste da capital. A incursão policial, batizada de Operação Shield, foi cumprida por integrantes da Delegacia Especial de Repressão aos Crimes Cibernéticos (DRCC).

As informações preliminares que subsidiaram a investigação foram compartilhadas pela Agência de Investigações de Segurança Interna do governo dos Estados Unidos, por meio de um acordo de cooperação com o Ministério da Justiça e Segurança Pública, que acionou a polícia no Distrito Federal.   

Segundo o delegado adjunto da DRCC, Dário de Freitas, a cooperação policial internacional foi fundamental para neutralizar uma possível tragédia. “Trata-se de um excelente exemplo de colaboração entre os países envolvidos [Estados Unidos e Brasil], o Laboratório de Inteligência Cibernética e a Polícia Civil do Distrito Federal”, afirmou o delegado.

Da Agência Brasil - edição: Nádia Franco 


Comentários