Polícia Civil de Marília prende homem que comercializava drogas em condomínio

Policiais civis da Delegacia de Polícia de Investigações sobre Entorpecentes (Dise) de Marília, prenderam um rapaz, de 24 anos, por tráfico de entorpecentes, em um condomínio na zona rural da cidade, na manhã desta terça-feira (21).   Os agentes receberam a informação, de que um suspeito estava comercializando drogas nas dependências de um condomínio de prédios habitacionais, localizado na Rua Mário Bataiola.   Os agentes passaram a desenvolver as investigações e ficaram em vigilância velada, próximo ao local-alvo. Na sequência, avistaram o investigado em atitude suspeita e típica do tráfico de drogas e realizaram sua abordagem. Ele tentou fugir mais foi detido. Com ele, os agentes encontraram uma sacola que continha 93 porções de maconha, 52 pinos de cocaína, além de anotações de contabilidade do tráfico.   O homem foi autuado em flagrante por tráfico de drogas.

Pedreiro foi espiar uma adolescente no banho e acabou preso

Pedreiro foi espiar uma adolescente no banho e acabou preso


No final da tarde de quarta-feira, por volta das 16h40, a Polícia Militar prendeu um pedreiro de 51 anos, que foi flagrado espionando uma adolescente de 17 anos tomando banho, na região da Cohab 6 (conjunto habitacional Dr. Antônio Delmanto).


A viatura policial atendeu a ocorrência após ter sido acionada por familiares da jovem e ao chegar ao imóvel o pai da jovem estava em pé ao lado do suspeito que se encontrava sentado, esperando os policiais.


O pedreiro acabou confessando o crime e explicou aos policiais que havia ido buscar um balde de água para uma construção, quando visualizou a jovem nua tomando banho, então, achou que seria uma boa ideia entrar na casa pela porta da cozinha e ficar ali, observando ela finalizar o banho, espiando a adolescente nua.


O pedreiro foi contratado pela família da jovem há cerca de 10 dias, e era responsável por finalizar o muro da residência, entretanto se aproveitou do momento em que a menor estava sozinha na residência para espionar o interior do banheiro por uma fresta da porta entreaberta, do banheiro.


Percebendo que estava sendo espionada a adolescente, conseguiu se proteger e ainda deteve o pedreiro em pleno ato.


Os policiais deram voz de prisão em flagrante ao pedreiro, por crime contra a dignidade sexual e importunação sexual. Ele foi levado à cadeia de Itatinga, onde permanece à disposição da justiça.

Leia Também




Comentários