Veículos interceptados em Itatinga seriam vendidos criminosamente na Colômbia

A equipe do (TOR) Tático Ostensivo Rodoviário evitou que dois veículos alugados irregularmente fossem repassados de maneira criminosa, na fronteira do Brasil com a Colômbia. A abordagem dos policiais ocorreu na madrugada desta quinta-feira, dia 03, na praça de pedágio de Itatinga, na Rodovia Castelo Branco.   Os policiais desconfiaram das informações desencontradas dadas pelos motoristas dos dois veículos, que segundo as autoridades perceberam algo errado quando perceberam que os veículos estavam trafegando como se fosse um comboio. O primeiro motorista dirigia um GM/Tracker, e disse que alugou o carro e que pretendia ir até a cidade de Corumbá-MS para passar o final de semana prolongado. Ele também adiantou que o condutor do outro veículo, um MBenz/C180, era amigo e iria com ele para a mesma cidade. Sobre o contrato de locação do automóvel o condutor apresentou uma foto do contrato, armazenada no aplicativo de conversas WhatsApp, porém o nome que constava no documento não batia com o

Garçonete desaparecida há 11 dias em Botucatu foi assassinada pelo namorado

Garçonete desaparecida há 11 dias em Botucatu foi assassinada pelo namorado

 
A garçonete Nilcéia Ferreira Brandini, 40 anos, foi encontrada morta em uma área de mata, na cidade de Itatinga. Ela foi assassinada pelo namorado, um rapaz que conheceu através da internet.

O próprio autor do crime apontou o local onde havia abandonado o corpo da vítima, na mesma área os investigadores também acharam um óculos, que pertenceria ao suspeito.

Nilcéia estava desaparecida há 11 dias, o que levantou suspeita dos familiares que passaram a procurar por ela solicitando informações em postagens nas redes sociais e acionando as autoridades policiais. Partiu dos familiares a suspeita de que o namorado da vítima estaria envolvido no desaparecimento.

O suspeito, já havia sido preso no final de semana por falta de pagamento de pensão alimentícia, e estava à disposição da justiça.

Na tarde de quinta (20), ele acabou confessando o crime, e direcionou a equipe da DIG (Delegacia de Investigações Gerais) da Polícia Civil, liderada pelo delegado Celso Olindo até uma chácara em Itatinga.

Durante a confissão o suspeito contou à Polícia que havia assassinado Nilcéia com um canivete. Além da confissão do criminoso a polícia conta ainda com o relato de uma testemunha, o motorista de aplicativo que afirma ter levado o casal até a chácara onde ocorreu o crime.

Comentários