Mulher envia maconha e k4 para o irmão preso na Penitenciária de Avanhandava

Agentes da Penitenciária “Valdic Junio Alves Primo” de Avanhandava apreenderam, na manhã desta quarta-feira (26), drogas escondidas em fundo falso de um pote de margarina. A encomenda teria sido enviada à unidade pela irmã de um preso. Durante vistoria realizada na presença do destinatário, a equipe localizou duas porções de maconha, pesando cerca de 16 gramas no total, e 550 pedaços de papel contendo k4, a maconha sintética. CONFESSOU Questionado pelos servidores, o detento confirmou que havia encomendado os entorpecentes com a sua irmã, que é devidamente cadastrada no rol de visitas do estabelecimento penal. A direção da Penitenciária de Avanhandava registrou boletim de ocorrência e instaurou procedimento interno para apurar o caso.

Garçonete desaparecida há 11 dias em Botucatu foi assassinada pelo namorado

Garçonete desaparecida há 11 dias em Botucatu foi assassinada pelo namorado

 
A garçonete Nilcéia Ferreira Brandini, 40 anos, foi encontrada morta em uma área de mata, na cidade de Itatinga. Ela foi assassinada pelo namorado, um rapaz que conheceu através da internet.

O próprio autor do crime apontou o local onde havia abandonado o corpo da vítima, na mesma área os investigadores também acharam um óculos, que pertenceria ao suspeito.

Nilcéia estava desaparecida há 11 dias, o que levantou suspeita dos familiares que passaram a procurar por ela solicitando informações em postagens nas redes sociais e acionando as autoridades policiais. Partiu dos familiares a suspeita de que o namorado da vítima estaria envolvido no desaparecimento.

O suspeito, já havia sido preso no final de semana por falta de pagamento de pensão alimentícia, e estava à disposição da justiça.

Na tarde de quinta (20), ele acabou confessando o crime, e direcionou a equipe da DIG (Delegacia de Investigações Gerais) da Polícia Civil, liderada pelo delegado Celso Olindo até uma chácara em Itatinga.

Durante a confissão o suspeito contou à Polícia que havia assassinado Nilcéia com um canivete. Além da confissão do criminoso a polícia conta ainda com o relato de uma testemunha, o motorista de aplicativo que afirma ter levado o casal até a chácara onde ocorreu o crime.

Comentários