Veículos interceptados em Itatinga seriam vendidos criminosamente na Colômbia

A equipe do (TOR) Tático Ostensivo Rodoviário evitou que dois veículos alugados irregularmente fossem repassados de maneira criminosa, na fronteira do Brasil com a Colômbia. A abordagem dos policiais ocorreu na madrugada desta quinta-feira, dia 03, na praça de pedágio de Itatinga, na Rodovia Castelo Branco.   Os policiais desconfiaram das informações desencontradas dadas pelos motoristas dos dois veículos, que segundo as autoridades perceberam algo errado quando perceberam que os veículos estavam trafegando como se fosse um comboio. O primeiro motorista dirigia um GM/Tracker, e disse que alugou o carro e que pretendia ir até a cidade de Corumbá-MS para passar o final de semana prolongado. Ele também adiantou que o condutor do outro veículo, um MBenz/C180, era amigo e iria com ele para a mesma cidade. Sobre o contrato de locação do automóvel o condutor apresentou uma foto do contrato, armazenada no aplicativo de conversas WhatsApp, porém o nome que constava no documento não batia com o

Ficou nervoso, foi abordado e acabou preso por sequestro

Ficou nervoso, foi abordado e acabou preso por sequestro


Na manhã de segunda-feira (24), a Guarda Civil Municipal percebeu um sujeito que ficou nervoso ao avistar a viatura, os agentes o abordaram e a situação acabou em prisão, na Vila dos Lavradores.

Acontece que o homem de 35 anos, era procurado pela justiça por sequestro e cárcere privado, as informações foram levantadas após consulta dos antecedentes criminais do indivíduo através do sistema Infoseg (Informações de Segurança).

Como o criminosos estava com um mandado de prisão expedido pelo juiz da 1° Vara Criminal da Comarca de Botucatu, ele acabou preso e encaminhado à DIG (Delegacia de Investigações Gerais), onde foi elaborado o B.O (Boletim de Ocorrência) e em seguida o prisioneiro foi recolhido à cadeia pública de Itatinga, onde está à disposição da justiça.

Comentários