Começa o recapeamento da Rodovia Alcides Soares

Começou na última quarta-feira, 19, a tão esperada obra de recapeamento asfáltico da Rodovia Alcides Soares, que liga Botucatu ao distrito de Vitoriana. O recapeamento terá ao todo 12 quilômetros de extensão, desde a região do Residencial Cachoeirinha, até a chegada a Vitoriana. A obra terá supervisão do Departamento de Estradas e Rodagem, do Governo Estadual e também da Prefeitura de Botucatu, através da Secretaria de Infraestrutura. Os trabalhos estão sendo executados pelo Grupo Sanson, vencedor do processo licitatório. “Estive na obra, junto ao Secretário de Infraestrutura Rodrigo Taborda para acompanharmos o início dos trabalhos. É uma obra esperada há muito tempo pela nossa população e por isso faremos questão de acompanhar cada metro de asfalto novo para garantir que tudo seja executado da melhor maneira”, afirmou o Prefeito Mário Pardini. A expectativa é de que a obra dure 6 meses. O trânsito no local durante esse período funcionará, em alguns trechos, em esquema de “pare e sig

Corpo encontrado na Rodovia Luiz de Queiroz pode ter sido vítima de atropelamento

Corpo encontrado na Rodovia Luiz de Queiroz pode ter sido vítima de atropelamento


A Polícia  Rodoviária de Piracicaba trabalha com a hipótese de que um corpo encontrado na Rodovia Luiz de Queiroz (SP 304), pode ter sido vítima de atropelamento.

O corpo foi encontrado por volta das 8h30 de sexta-feira (21), no sentido Santa Bárbara d’Oeste, ao lado da pista de rolamento, no canteiro central do Km 148 da rodovia Luiz de Queiroz, altura do Distrito de Tupi.

Próximo a ele a Polícia Militar encontrou documentos, porém a documentação não pertencia ao homem morto, mas sim a um outro cidadão que havia perdido a carteira no acostamento da rodovia.

O acostamento da via ficou interditado para a retirada do corpo, e o trabalho dos peritos do IC (Instituto de Criminalística), que foram chamados para tentar descobrir a circunstância da morte.

Em seguida, o cadáver foi encaminhado ao IML (Instituto Médico Legal) para exame necroscópico.

A Polícia Militar Rodoviária, informa que o corpo tinha várias lesões, que provavelmente foram provocadas por atropelamento, onde o motorista veio a fugir.

Segundo o delegado Emerson Marinaldo Gardenal, é possível que o corpo já tenha sido identificado, porém, a Polícia Civil aguarda a presença de familiares e exames específicos, para confirmar essa informação.

A polícia trabalha com a possibilidade de que a vítima era um interno de uma clínica para recuperação de dependentes químicos que fica próxima à rodovia.

Comentários