Polícia Civil de Marília prende homem que comercializava drogas em condomínio

Policiais civis da Delegacia de Polícia de Investigações sobre Entorpecentes (Dise) de Marília, prenderam um rapaz, de 24 anos, por tráfico de entorpecentes, em um condomínio na zona rural da cidade, na manhã desta terça-feira (21).   Os agentes receberam a informação, de que um suspeito estava comercializando drogas nas dependências de um condomínio de prédios habitacionais, localizado na Rua Mário Bataiola.   Os agentes passaram a desenvolver as investigações e ficaram em vigilância velada, próximo ao local-alvo. Na sequência, avistaram o investigado em atitude suspeita e típica do tráfico de drogas e realizaram sua abordagem. Ele tentou fugir mais foi detido. Com ele, os agentes encontraram uma sacola que continha 93 porções de maconha, 52 pinos de cocaína, além de anotações de contabilidade do tráfico.   O homem foi autuado em flagrante por tráfico de drogas.

Coral que viraliza há anos cantando Sweet Child O’Mine do Guns N’ Roses é de Piracicaba

Coral que viraliza cantando Sweet Child O’Mine do Guns N’ Roses é de Piracicaba


Alunos do segundo ano do ensino fundamental do Colégio Salesiano Dom Bosco de Piracicaba/SP, demonstrou de maneira simples que o rock é eterno, cantando o sucesso Sweet Child O’Mine do Guns N’ Roses. O vídeo postado em 2019, já soma milhares de visualizações e ganha as redes sociais desde então colecionando likes e compartilhamentos.

A interação é atemporal, e de tempos em tempos surge na linha do tempo dos roqueiros ou adoradores de boa música. Na época em que o vídeo foi gravado os alunos tinham em em média sete anos.

A maneira simples como desenvolveram a atividade, nas escadarias do colégio e com tigelas e um chocalho em mãos para dar o ritmo durante a mostra de arte e cultura do colégio, mostra que a interação merece é nota 10 eternas.
O que poucos sabem é que a atividade fez parte da iniciativa multidisciplinar  da campanha de fraternidade e políticas públicas que a escola fez com todas as turmas. Para os integrantes do coral a meta era promover a reflexão sobre o direito da criança a moradia e a um lar harmônico. 


Para a equipe de educadores, a letra da melodia é sobre lembranças de carinho e apoio que um pai tem sobre a infância ao olhar para a filha. A professora de inglês Léa Baltieri, que participou da ação, entendeu que a letra batia com os valores que a atividade pretendia desenvolver e ensaiou a turma de maneira magistral.

No vídeo, a professora de música Vanessa Zambão, de azul, é quem orienta e guia as crianças no desenvolvimento da canção. 
Também coube a ela a missão de organizar todo o andamento da performances e criar os arranjos de instrumentos e corpo.

Segundo Léa Baltieri a apresentação histórica representa o sucesso de um trabalho conjunto dos professores de inglês, música, matemática, artes e ensino religioso. Lembrando que os três últimos respondem pela montagem de gráficos, construção de maquetes e discussão de valores e afetos de um lar, respectivamente. 

Na ocasião, além de Sweet Child O' Mine, os pequenos também cantaram A Casa, de Vinícius de Moraes; Meu Abrigo, de Melim; e Oração, da A Banda Mais Bonita da Cidade.

-----------------------------------

Renato Fernandes Jornalista com ampla experiência, antes de ingressar na redação do Segue Rumo passou por importantes meios de comunicação da cidade onde reside (Botucatu), como Diário da Serra (20 anos), folha Serrana, Folha Regional, Revista O Lojista, blog O Grito Notícias, Solutudo. Experiente no jornalismo web e formado em Análise em Mídias Digitais e ampla experiência em SEO atuando ainda na redação, edição, revisão de textos, e produção de conteúdo para o Youtube


Comentários