Mulheres indígenas chegam na reta final da caminhada de 2.000 km pela Argentina

Mulheres indígenas chegam na reta final da caminhada de 2.000 km pela Argentina, isso é importante pois grupos de mulheres indígenas do país empreendem uma caminhada desde o dia 14 de março em direção à cidade de Buenos Aires. Elas chegarão no dia 22 de maio na capital federal, dia da plurinacionalidade dos territórios. Para o bloco sul, a caminhada total será de cerca de 1.900km, e, para o bloco norte, 1.200km, segundo estimativas recentes das ativistas. Também partiram grupos do leste e oeste do país, reunindo mulheres de diferentes nações indígenas. "Caminhamos para propor que o terricídio seja considerado um crime de lesa humanidade e lesa natureza", afirmam, em comunicado. "Sabemos que não é o melhor momento para sair dos territórios. No entanto, se ficamos em casa, continuam nos matando." O conceito de terricídio foi criado pelo movimento de mulheres indígenas para englobar as diversas formas de assassinato das formas de vida. Trata-se de feminicídio, ecocídio

Acordo entre Sebrae e MEC beneficiará docentes e estudantes




O Sebrae e o Ministério da Educação, por meio da Secretaria de Educação Básica (SEB) e da Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica (SETEC), formalizaram nesta quinta-feira (15) acordo de cooperação técnica para o desenvolvimento da Jornada de Formação em Empreendedorismo na Educação Formal.

A iniciativa busca fomentar a cultura empreendedora nas escolas por meio de ações coordenadas com foco em quatro grandes frentes: Empreendedorismo inovador no Ensino Profissional e Técnico; Formação e valorização de profissionais da educação e de estudantes; Fomento a ações de PD&I com foco no desenvolvimento territorial e realização do Prêmio Nacional de Educação Empreendedora.

O lançamento do projeto, que será implementado no âmbito dos conteúdos da base nacional comum curricular, foi acompanhado online por milhares de educadores, gestores escolares e estudantes do país.

Na mesa de abertura, o ministro da Educação, Milton Ribeiro, agradeceu o empenho do Sebrae e destacou a importância da educação profissional para o Governo: “Hoje concluímos um grande passo que se dá rumo a oportunizarmos aos estudantes de educação pública, condições para que caminhem com seus próprios pés”.

O ministro se mostrou entusiasmado com a assinatura do acordo, sobretudo com a possibilidade de construir modelos de governança regionais para formar um ambiente propício à inovação.

Por sua vez, o presidente do Sebrae, Carlos Melles, destacou a atenção e prioridade do Sebrae com a educação, sobretudo no que diz respeito à formação intelectual, profissional e moral dos jovens brasileiros.

“O Sebrae vai contribuir fortemente com a postura de sair da teoria para a prática, com a principal forma de desenvolvimento do ser humano, que é a educação. Juntos estamos fazendo aqui o Sebrae que o Brasil precisa”. Melles também registrou a pretensão de chegar a 25% dos professores da educação básica pública.

Na sequência, Bruno Quick, diretor técnico do Sebrae, integrou a mesa com o Secretário Adjunto de Educação Básica do MEC, Mauro Rabelo; e o Secretário de Educação Profissional e Tecnológica do MEC, Wandemberg Venceslau.

Rabelo celebrou a assinatura do acordo de cooperação técnica destacando a sinergia entre as organizações para a Jornada. Quick, por sua vez, afirmou que a clara e objetiva atitude demonstrada pela liderança do MEC é essencial para o sucesso de uma iniciativa da magnitude da Jornada.

“Essas duas Secretarias concretizam a maior prioridade do Sistema Sebrae. Enxergamos a educação empreendedora como uma jornada que favorece o desenvolvimento de competências socioemocionais e empreendedoras que permitirão aos estudantes tomar decisões assertivas para o seu projeto de vida e de carreira. Essa é a educação conectada com o mundo real, com o mundo do trabalho e dos negócios”, assinalou o diretor. A Jornada tem como foco - principalmente - estudantes do ensino médio técnico e tecnológico.

“Os 39 milhões de alunos da rede de educação básica pública serão os grandes agentes de transformação do Brasil. Nossa meta por meio da Jornada é termos a ativa participação de pelo menos 4 milhões de estudantes brasileiros”, encerrou o secretário Wandemberg Venceslau.

Sebrae e a Cultura Empreendedora

O Sebrae promove a cultura empreendedora há 47 anos e, no Brasil, é uma das instituições precursoras do empreendedorismo nas escolas, trabalhando com esse conteúdo de forma interdisciplinar no processo de formação de estudantes e, mais recentemente, com a capacitação de professores e gestores escolares. Por meio de soluções em diferentes formatos, o Sebrae difunde conteúdos e práticas de empreendedorismo que extrapolam a esfera do negócio e se aplicam à tomada de decisão das pessoas em relação aos seus projetos de vida pessoal e profissional.

Fonte Agência Sebrae de Notícias

Comentários