Traficantes são presos no Santa Elisa no portão da boca de fumo

Uma dupla de traficantes foi presa na noite de ontem, no portão da boca de fumo do Santa Elisa, com maconha, crack, cocaína e dinheiro. A captura dos marginais foi feita por Policiais da Força Tática da Polícia Militar, que avistaram os dois suspeitos ao longe e perceberam que um deles ao avistar a viatura correu para o fundo do imóvel. Enquanto um dos policiais abordava um dos indivíduos no portão, o outro agente da lei conseguiu identificar que o segundo suspeito jogou uma sacola no próprio quintal. Ao verificar o que havia na sacola, os policiais não ficaram surpresos ao constatar que trata-se de 66 porções de crack prontas para a venda. Na busca pessoal os agentes encontraram com um dos traficantes mais 5 porções de crack, 3 porções de maconha, uma porção de cocaína, além de R$ 222 em dinheiro.  A dupla recebeu voz de prisão e foram conduzidos ao Plantão Policial onde foi confeccionado um Boletim de Ocorrência (B.O)  como tráfico de drogas. A dupla agora está presa à disposição

Após resgate anões de jardim ganham as praças, bosques e campos

Hoje nós vamos falar sobre um dos mais revolucionários movimentos de libertação do mundo. Um movimento, que nos fez parar para pensar sobre uma vítima silenciosa que vive aprisionadas em canteiros ao redor do globo terrestre, de forma estática e, muitas vezes sorridentes: estamos falando sobre os anões de jardim.

Esses seres em cerâmica que medem cerca de 50 centímetros, bem isso em sua maioria pois temos outras criaturas de jardins de tamanhos maiores, como as Branca de Neve e que nem por isso são menos vítimas de seus algozes, jardineiros.

Os jardineiros, essas criaturas cruéis que limpam ao redor dos anões e não fazem nada para tirar eles do cárcere.

Lógico que como criatura lúcida, eu nunca ouvi nenhum anão de jardim pedir socorro, mas tenho convicção que em suas vidas metafísicas eles têm como ídolos o inanimado anão da casa de Raphael Poulain, pai de Amélie Poulain , sim, aquele que viajou o mundo no clássico filme homônimo -Se você}e não conhece recomendo. Assista.

O movimento francês conhecido como Frente para a Libertação de Anões de Jardim, nasceu na França, mais especificamente na cidade de Lorena, em junho de 1996 e ganhou projeção da grande mídia um ano após, em 1997.

A primeira ação do grupo ocorreu no dia 21 de maio de 1997, quando15 gnomos sequestrados em jardins da região de Lorena foram sequestrados, ou melhor, retirados do confinamento e libertados em bosques da França, para ter uma vida feliz em liberdade.

A inciativa foi aplaudida por revolucionários de todo o mundo e motivou células de atuação em várias partes do planeta, como o Grupo Internacional de Anões de Jardim (GINJ), "Seita do Templo dos Anões Submetida", Movimento Autonomo per la Liberazione delle Anime da Giardino e o "Templos dos Anões Submissos".

Lógico que, como qualquer outro movimento libertário também brotou opositores fascistas, que defendiam a manutenção do aprisionamento silencioso dos anões em jardins, entre eles o também francês Mouvement d'Emancipation de Nains de Jardin (MENJ), grupo pacifista que não aprovava de jeito nenhum o sequestro dos seres.

Mas como o título do vídeo já diz, vamos focar nos heróis libertadores. Eles acreditam que os seres de pedra não devem ficar presos nos grandes centros e devem permanecer em florestas e bosques que é o habitat natural dessas criaturinhas.

Porém, no dia 1º de maio de 2000, um grupo de 200 gnomos mostrou que curtia uma boa atividade física e foram encontrados na entrada de uma pista fitness francesa.

Além disso, os pequenos sem dúvida não ficavam satisfeitos estáticos nas florestas e muitos deles mostravam adorar futebol. Foram várias ações envolvendo ginásios e campos, porém o embate entre os times era um tanto tedioso, digamos que os anões não se esforçavam muito para marcar gol.

Um dessas ações esportivas ocorreu no dia 27 de agosto de 2004, quando gnomos de jardim apareceram no Estádio Konacher, que não faço ideia de onde seja. O grupo de pequenos esportistas tinha como plateia a bela branca de neve, que estava com cosplay de um homem de preto.

No dia 1º de maio de 2005, 200 gnomos erraram a data do jogo e foram encontrados no Ginásio Municipal XV da França, estavam lá para ver o jogo, porém a única coisa que viram de perto foi a polícia que os prenderam e devolveram a seus jardins.

No dia 28 de agosto de 1998, duas equipes de anões e um arbitro voltaram a tentar competir, porém, não obtiveram sucesso e ocuparam o campo do FC Metz.

No dia 13 de julho 1997, um grupo de 50 gnomos foram encontrados pela polícia no gramado do estádio Havia, e se renderam pacificamente e acabaram retornando para a triste realidade entre as flores caseiras.

Como eu disse para vocês, provavelmente esses pequenos seres eram fãs do anão de jardim do filme O Fabuloso Destino de Amélie Poulain e decidira, em 21 de agosto de 1998, uma Branca de neve acompanhada de 4 anões, resolveram tirar férias, abandonaram seus postos, em local de destaque em seus respectivos canteiros e deixaram aos donos a mensagem - "Voltaremos em breve".

Outros preferiram passeios turísticos na própria região como o grupo de 60 gnomos, que em agosto de 1997, foram barrados nas escadarias do Centro cultural Arc-En-Ciel em longeville-Les-Metz.
No dia 11 de agosto de 2012, vários gnomos foram surpreendidos enquanto relaxavam em uma fonte na Rue de Metz.

Cansados de tentativas frustrantes de fuga os anões decidiram partir para as artes profanas e a bruxaria para conseguir fugir de suas prisões com grades floridas e no dia 5 de setembro de 1997, 27 gnomos de jardins foram presos pela Polícia perto do Carvalho das Bruxas, um ponto francês conhecido pela população.

Como as artes profanas não eram resultado quem sabe o poder da fé poderia salvar esses seres do aprisionamento? 

Pois bem, foi isso que aconteceu e no dia 13 de setembro de 1998, uma dúzia de anões estavam alinhados na porta da catedral de Santo Estevão, em Metz.

Toda essa movimentação e a ânsia pela liberdade fez com que as decorações de jardins fossem vítimas da bandidagem e no dia 26 de julho de 1997, dois gnomos foram capturas e seus “proprietários”, receberam inclusive um pedido de resgate. Pasmem, os sequestradores pediam 2 barras de chocolate e um pacote do petisco francês crocodilo.

Foi então que perceberam que para conquistar a tão sonhada liberdade era necessário ir mais fundo no que diz respeito à sociedade, e estudar, pois o conhecimento é o segredo para a libertação moral e intelectual do homem, então: porque não seria também dos anões de jardim?

E em outubro dois grupos tentaram ingressas na escola o primeiro grupo, com 30 simpáticas criaturas, foi impedido de um currículo escolar e encontrados, no dia 6 de outubro no Pátio do Colégio Breckelberg.

No dia 14 de outubro, outro grupo, esse menor, com apenas nove anões foram presos no terreno da escola Jean Zay, também na França.

Engana-se quem acre4dita que os gnomos não tentaram a vida política, pois no dia 13 de junho de 1998, 32 pequenas criaturas estavam nos degraus da Prefeitura de Joeuf.

Porém perceberam logo que essa carreira não daria certo, e no dia 21 de dezembro do mesmo ano foi instalado um viveiro de gnomos no pátio da prefeitura. 

Em 28 de junho de 2002, uma ação articulada entre as peças decorativas assombrou a polícia, as fugas começaram a ser esporádicas e os gnomos eram encontrados de forma isolada em vários pontos da cidade.

Entretanto, muitos deles acabavam tendo como destino o jardim central do Estádio Municipal, mostrando a predileção desses seres pelo esporte coletivo.

Confira o Vídeo sobre a libertação dos anões de jardim



Se perderemos a liberdade, e estaremos confinados pelo resto de nossa existência, que não é curta pois somos feitos de cerâmica – Provavelmente foi isso que pensou um grupo de nove anos, que no dia 26 de agosto de 1998 tentaram suicídio por enforcamento, uma ação que foi incentivada pelo maldoso grupo "Templos dos Anões Submissos".

Porém tudo mudou no dia 13 de novembro de 2003, quando a emissora CNN apresentou uma matéria sobre o tema, e acreditem, isso emocionou o público, e vários anões órfãos foram adotados. Sem dúvida a matéria emocionou os americanos e motivou uma corrente de adoções pelo País.

No campo das articulações obscuras, o livro "'Conspirações" de Edson Aran defende que diversas organizações pró-anões Acabaram surgindo motivadas ou manobradas por operações secretas como a OM (0peração Mindfuck) tendo como propósito o Princípio da Discórdia e Caos. Organização que preza pelo discordialismo. Ficou curioso, falaremos sobre isso em breve em outro vídeo

Comentários