Traficantes são presos no Santa Elisa no portão da boca de fumo

Uma dupla de traficantes foi presa na noite de ontem, no portão da boca de fumo do Santa Elisa, com maconha, crack, cocaína e dinheiro. A captura dos marginais foi feita por Policiais da Força Tática da Polícia Militar, que avistaram os dois suspeitos ao longe e perceberam que um deles ao avistar a viatura correu para o fundo do imóvel. Enquanto um dos policiais abordava um dos indivíduos no portão, o outro agente da lei conseguiu identificar que o segundo suspeito jogou uma sacola no próprio quintal. Ao verificar o que havia na sacola, os policiais não ficaram surpresos ao constatar que trata-se de 66 porções de crack prontas para a venda. Na busca pessoal os agentes encontraram com um dos traficantes mais 5 porções de crack, 3 porções de maconha, uma porção de cocaína, além de R$ 222 em dinheiro.  A dupla recebeu voz de prisão e foram conduzidos ao Plantão Policial onde foi confeccionado um Boletim de Ocorrência (B.O)  como tráfico de drogas. A dupla agora está presa à disposição

Baixe o manual de plantas indígenas e seus usos


O ISA (Instituto Socioambiental), junto com o Jardim Botânico do Rio de Janeiro, disponibilizam o “Manual de Etnobotânica – Plantas, Artefatos e Conhecimentos Indígenas“, para DOWNLOAD GRATUITO através da plataforma Issuu.

A publicação toma como base o programa de colaboração entre o instituto e pesquisadores indígenas na região do Tiquié (AM). Os trabalhos foram iniciados em 2005, e resultou em publicações e materiais educacionais relacionados ao manejo ambiental, gestão territorial, cultura, história e tecnologia. 

Com isso foi possível mapear e registrar os conhecimentos indígenas agregando informações científicas a respeito das plantas e seus usos, muitas vezes medicinais.

Para você ter uma ideia, o manual faz parte do treinamento em pesquisa e intercâmbio de conhecimentos em etnobotânica com povos indígenas da região do Alto Rio Negro (Brasil), noroeste amazônico, desenvolvido em 2016.

O objetivo é apoiar a pesquisa indígena e colaborativa, intercultural e interdisciplinar, fortalecendo o diálogo entre conhecimento indígena e conhecimento científico, de forma a estabelecer relações simétricas no processo de criação de conhecimentos.

Porém ele tem encontrado grande apelo entre pessoas em busca de um ritmo de vida alternativo, conectado com o meio ambiente.

Curtiu? Então faça o DOWNLOAD

Comentários