Mulheres indígenas chegam na reta final da caminhada de 2.000 km pela Argentina

Mulheres indígenas chegam na reta final da caminhada de 2.000 km pela Argentina, isso é importante pois grupos de mulheres indígenas do país empreendem uma caminhada desde o dia 14 de março em direção à cidade de Buenos Aires. Elas chegarão no dia 22 de maio na capital federal, dia da plurinacionalidade dos territórios. Para o bloco sul, a caminhada total será de cerca de 1.900km, e, para o bloco norte, 1.200km, segundo estimativas recentes das ativistas. Também partiram grupos do leste e oeste do país, reunindo mulheres de diferentes nações indígenas. "Caminhamos para propor que o terricídio seja considerado um crime de lesa humanidade e lesa natureza", afirmam, em comunicado. "Sabemos que não é o melhor momento para sair dos territórios. No entanto, se ficamos em casa, continuam nos matando." O conceito de terricídio foi criado pelo movimento de mulheres indígenas para englobar as diversas formas de assassinato das formas de vida. Trata-se de feminicídio, ecocídio

Bitucas de cigarro podem ser recicladas e o meio ambiente agradece


Pesquisas da FCA - Faculdade de Ciências Agronômicas da Unesp, do campus de Botucatu estão provando que bitucas de cigarro podem ser recicladas e se tornar um material semelhante ao plástico.


Para isso um grupo de pesquisadores, apoiados pela AUIN (Agência Unesp de Inovação) está desenvolvendo técnicas de reciclagem dos componentes do cigarro. Resultando em um compósito, e finalizando em alguns produtos uma espécie de lacre para sacos plásticos.


Material para as pesquisas é o que não falta. Basta dar um rolê pelo centro de qualquer cidade para ver a quantidade absurda desse material que é descartada no meio ambiente.

Porém, para as pesquisas a matéria prima são amostras apreendidas em operações da Receita Federal.


Antes essas apreensões eram incineradas e os elementos do cigarro acabavam poluindo o meio ambiente da mesma forma. O projeto é tão inovador, que até mesmo essa forma de descarte deve ser aposentada.

O interessante é que o Tabaco, no processo apresentado pela Unesp, tem uma destinação bastante peculiar abrindo a possibilidade de aproveitamento na compostagem ou como material para composição de uma espécie de plástico.

Confira a reportagem do canal TV Unesp, no Youtube, sobre o tema.


Em Botucatu são descartadas 130 mil bitucas por dia



Bitucas de cigarro são consideradas um dos principais poluentes do meio ambiente, deixando o plástico bem longe. Apenas em Botucatu são descartadas por dia, cerca de 130 mil bitucas nas ruas, de acordo com dados do Comutur (Conselho Municipal de Turismo).

Na cidade, em março, o conselho em parceria coma Secretaria Adjunta de Turismo lançaram a campanha de conscientização Cuesta Limpa, tendo como tema para este ano, as bitucas de cigarro.

Apesar das pesquisas, é importante que os fumantes tomem consciência de que bituca é lixo e passem a descartar esse tipo de material de forma adequada. Somente assim a reciclagem desse poderoso poluente será garantida.

Comentários