Dia dos Namorados é uma criação do pai de João Dória

Você já se perguntou porque o Dia dos Namorados no Brasil é comemorado no dia 12 de junho e não em 14 de fevereiro, como acontece em parte da Europa e nos Estados Unidos? A resposta é simples, a data foi inventada por um publicitário, no caso, João Agripino da Costa Doria, pai do governador de São Paulo João Doria.

Em 1948 Agripino atuava como redator publicitário da empresa Standard Propaganda S.A, e recebeu a missão de impulsionar as vendas da rede de lojas de confecção Exposição-Clíper.


Ele percebeu que em junho não haviam datas comemorativas para incentivar as vendas, e tomando como exemplo o Dia das Mães, que era comemorado em maio, decidiu então criar o Dia dos Namorados.

Assim como o dia dos namorados em 14 de fevereiro é relacionada a um Santo, São Valentim, considerado um mártir da igreja, assassinado no ano 269, porém de pouca projeção no Brasil.

Agripino também decidiu atrelar o Dia dos Namorados tupiniquim ao Dia de Santo Antônio (13 de junho), santo que já era popular no Brasil, com a fama de casamenteiro.

O primeiro anúncio de Dia dos Namorados trazia a seguinte chamada: “Êste é o dia em que no mundo inteiro as criaturas que se amam trocam juras de amor e ternos presentes... (sic) - Não se esqueçam: amor com amor se paga”."

Além desse anúncio impresso Agripino também criou o slogan “não é só com beijos que se prova o amor". A campanha garantiu à empresa um prêmio de agência do ano.

Em 1951, o publicitário deixou a Standard Propaganda e assumiu a presidência da empresa criada por ele mesmo - Doria Associados Propaganda, à frente da qual permaneceria até meados da década de 1960.


--------------------------------------------
Com informações Gazeta do Povo 

Comentários

Essas valem a pena #TOPTUDO

Pedreira de Laranjal Paulista: área antes degradada agora é uma das maravilhas da região

Acidente aéreo de 1938 em Laranjal Paulista deixou São Paulo em luto

Palestra abordará os mistérios das Três Pedras e do Frei Fidélis em Botucatu